A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/02/2012 15:49

Ruas acumulam problemas e moradores do Indubrasil se dizem esquecidos

Viviane Oliveira

A BR-262 não tem acostamento, algumas placas de sinalização estão encobertas e os pedestres dividem a calçada com o mato alto

Para não atolar o ônibus na lama os motoristas passam beirando as casas. O resultado, segundo moradores, são paredes rachadas e sujas de lama.Para não atolar o ônibus na lama os motoristas passam beirando as casas. O resultado, segundo moradores, são paredes rachadas e sujas de lama.
Algumas placas de sinalização estão encobertas e os pedestres dividem a calçada com o mato alto às margens da BR. (Foto: Marlon Ganassin)Algumas placas de sinalização estão encobertas e os pedestres dividem a calçada com o mato alto às margens da BR. (Foto: Marlon Ganassin)

As ruas do bairro Indubrasil, em Campo Grande, acumulam problemas e os moradores se dizem esquecidos pelo poder público. No mais antigo pólo industrial da cidade, na região Oeste, o cenário é de ruas esburacadas em linha de ônibus, falta de iluminação pública e asfalto precário na BR-262 que dá acesso ao local.

Basta andar alguns metros para perceber que a rodovia, com grande fluxo de veículos, é estreita e não tem acostamento. Além disso, algumas placas de sinalização estão encobertas e os pedestres dividem a calçada com o mato alto às margens da BR.

Esperando transporte na rodovia em meio ao matagal para ir até Terenos, a vendedora Ana Dultra Ferreira, 40 anos, disse que a única vantagem de morar no bairro são as indústrias. “Esperar ônibus a noite é um perigo, algum marginal pode usar o mato para se esconder e atacar quando menos tiver esperando”.

Daniela Inês de Souza, 33 anos, mora há 30 anos no bairro. Ela tem várias queixas. “Aqui é um bairro que não tem posto de saúde 24 horas, não tem uma panificadora perto e só tem uma farmácia”.

Conforme a moradora, por falta de concorrência no comércio os preços dos produtos são elevados. “Esses dias fui comprar um remédio no centro e descobri que pagava quase o dobro do valor na farmácia do bairro”, lamenta.

Outro problema é a falta de iluminação pública no bairro. Salvador de Araújo Magalhães, 50 anos, vai trabalhar de motocicleta todos os dias e tem medo de trafegar a noite por conta da escuridão.

Ao longo da rodovia é possível ver amontoados de lixo, como restos de árvores, materiais de construção, pneus velhos e até sofá velho. (Foto: Lucimar Couto) Ao longo da rodovia é possível ver amontoados de lixo, como restos de árvores, materiais de construção, pneus velhos e até sofá velho. (Foto: Lucimar Couto)

“Começa e escurecer e junto vem a preocupação de ir embora para a casa”, afirma Salvador. De acordo com ele, no último dia 29 morreu um motociclista na rodovia e ele atribui o acidente a falta de iluminação.

Com um ofício em mãos, o aposentado Jorge da Silva, 55 anos, mostra que a promessa de asfalto na rua Candeias, que é linha de ônibus, está no papel.

“Quando chove fica impossível os ônibus trafegarem nas ruas esburacadas. Para não atolar o ônibus na lama os motoristas passam beirando as nossas casas. O resultado são paredes rachadas e sujas de lama”.

Ao longo da rodovia é possível ver amontoados de lixo, como restos de árvores, materiais de construção, pneus e até um sofá velho.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, algumas linhas de ônibus que ainda não foram asfaltadas vão entrar na próxima programação.

Com relação à iluminação pública a assessoria pede para os moradores entrar em contado com a secretaria de obras pelo telefone 3314-3675 ou no 3314-3676.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


E no bairro JARDIM BELINARTE que fica entre o Aeroporto I e Ana Maria do Couto, estão com as ruas intransitáveis.... Com enormes valas, buracos....Quem poderá nos salvar....
 
Maria de Lourdes santos em 08/02/2012 12:01:00
realmente e verdade começo os bairro indubrasil e jardim carioca mais não vamos esquecer o bairro nova campo grande que também esta Asim
 
robson fernandes nogueira em 08/02/2012 11:14:50
o que precisa è um programa de politica habitacional,populacionar os terrenos vazios com contruçâo de casas populares p/trabalhadores das empresas,trazendo assim infra-estrutura p/regiâo do indubrasil,fazer colègio municipal,transformar posto de saùde em pronto atendimento 24 horas,creche,asfalto,àrea de lazer.obs:inàpolis,sarandi,tuiuiu,manoel seco tomè,entroncamento compreendem essa regiâo,
 
CLAUDINEY FERREIRA DE MORAES em 08/02/2012 09:29:35
POVÃO, VOCÊS VOTARAM EM ALGUM VEREADOR, POR INTERESSES FINANCEIROS OU POPULAR, É SÓ PROCURÁ-LOS, PARA CORRIGIREM ESSES ERROS, SE O VOTO FOI POR DINHEIRO, FIQUEM SOFRENDO, SE FOI POR INTERESSE POPULAR, EXIJAM, POIS ELES ESTÃO LÁ, PELO SEU VOTO, PARA LHES REPRESENTAR, EXIJA OS SEUS DIREITOS, VOTO É DIREITO PARA VOCÊ, E OBRIGAÇÃO PARA ELES, EXIJAM.
 
PEDRO BRAGA em 08/02/2012 09:18:31
E O JARDIM CARIOCA TAMBÉM É MAIS ESQUECIDO QUE TUDO, NINGUÉM FAZ NADA POR NÓS POR LÁ...
 
Janaina Camargo em 08/02/2012 09:05:26
o indubrasil esta esquecido então venha dar uma passeada aqui na saida para aquidauana depois que passa a vila popular,não tem sinalização,redutor de velocidade e muito menos iluminação toda semana tem uma morte aqui pois é muito escuro não tem nem poste isso pq corta dois bairros populosos sta monica e o vila romana isso esta assim a mais de 20anos isso pq é a porta de entrada q vem do pantanal..
 
vanessa gomes pereira em 08/02/2012 04:33:46
Só um recadinho.....Srs. Políticos lá no Núcleo Industrial também tem zona eleitoral heim... e é volumoso o número de eleitores. rsrsrsrsrsrsrsr
 
Guilherme Rocha em 07/02/2012 10:57:02
Aqui não tem uma praça... até quando????
 
Felipe Martins em 07/02/2012 10:05:04
Infelizmente este não é um caso isolado,é uma vergonha esse descaso da administração
pública,isso serve de alerta para a população afinal as eleições estão aíh!!!!
 
Alan da Silva Dessbesell em 07/02/2012 09:52:19
realmente este bairro e muito antigo, e não temos nenhuma infraestrutura, só barro e qdo nao chove a poeira e demais,a unica praça que temos e abandonada e depredada.falta iluminação e na BR nao da para andar no acostamento pois o mato ja tomou conta,PENA SERMOS ESQUECIDOS POIS AQUI TEMOS VARIAS INDUSTRIAS QUE ALAVANCAM O DESENVOLVIMENTO DE NOSSA CAPITAL.
 
clotilde godoy em 07/02/2012 07:07:00
As pessoas que escrevem seus comentarios tem que primeiro aprender escrever certo, vou tentar ler um comentário e não consigo interpretar... Não sabem fazer concordancia e escrevem tudo errado.. Tenha santa paciência!
 
Mario Ferreira em 07/02/2012 07:01:49
Esta não é a Campo Grande que passa na tv.
 
Arlindo Biezon Neto em 07/02/2012 06:21:49
Se o Indubrasil se senti esquecido!, passa la na Rua Gonçalo coelho no Bairro Vilas boas, e de uma olhada na valeta que abril, se não fosse a águas Guariroba consertar um cano estourado, não daria nem para transitar no cruzamento desta Rua com a Estácio de Sá. Ademais pago iluminação pública e tenho que usar minha energia para clarear a rua em frente a minha casa porque não tem iluminação no poste
 
João Paulo da Silva em 07/02/2012 06:14:14
Não é so lá não...de uma passado no bairro DANUBIO AZUL proximo ao Estrela dalva, está abrindo crateras nas ruas, e ps lixos tomam conta das ruas...
 
marcio andrade em 07/02/2012 06:12:13
E verdade isso aii sempre voi assim,eu ja moreii 7anos la e nunca voi asfaltado ali,perdo da onde eu mora era lama q nao acabava mais nas ruas do lado e de baixo eracheio de buraco e lama.Quando eu ia pra escola os passageiros nao consegui ficar em pé pq o onibus fica desviando dos buracos,e so tinha asflado entro luga ate era pra te nao tinha.,tbm tem q tira esse entulho para os pedestre anda +
 
fernando matheus santos leao em 07/02/2012 05:37:11
Realmente é um trastorno quando chove no bairro fica meio que impossivel sair de casa, A noite é bem perigoso sair. Moro ha vinte anos no bairro e nunca melhorou nada na verdade entra ano e sai ano e fica cada dia pior... Precisamos de uma ajuda.
 
Luzia Cáceres. em 07/02/2012 04:58:58
vergonha para Campo Grande !!!!
 
andre machado em 07/02/2012 04:58:07
Enquanto isso, a prefeitura se organiza na investimento do carnaval e a população faz vista grossa para as reais necessidades da cidade.
 
Israel Gomes Monteiro de Sousa em 07/02/2012 04:55:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions