A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

27/05/2014 20:23

Sangue em veículo de pedreiro pode ser de homem espancado até a morte

Alan Diógenes
Vanderson está sendo procurado pela Polícia, acusado de espancar pedreiro até a morte. (Foto: Divulgação)Vanderson está sendo procurado pela Polícia, acusado de espancar pedreiro até a morte. (Foto: Divulgação)

A mãe e o pai do pedreiro Hugo Neves Ferreira, de 45 anos, que foi espancado até morte, após ser confundido com um estuprado, no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, fizeram exames nesta terça-feira (27), para que os peritos confrontem o DNA de ambos, com o sangue encontrado no veículo Ford Verona, de cor verde, cujo proprietário é Vanderson Escobar Xavier, de 43 anos, único suspeito do crime. A Justiça decretou a prisão do acusado no domingo (25), mas ele ainda não foi encontrado pela Polícia.

De acordo com o delegado João Reis Belo, da 5ª Delegacia de Polícia Civil da capital, que está cuidando do caso, no primeiro depoimento prestado, Vanderson negou envolvimento no caso, mas em uma perícia realizada no seu veículo foi encontrado vestígios de sangue humano no carpete. Segundo informações de testemunhas, depois que ele espaçou Hugo com uma barra de ferro, jogou o objeto dentro do carro. “O sangue colhido dos pais da vítima vai servir para confrontar com o sangue encontrado nos tapetes do carro. Desta maneira, podemos confirmar que esse material genético é mesmo de Hugo”, destacou.

Crime - Conforme informações prestadas pelo delegado, no dia do crime, a vítima estava embriagada e tinha brigado com a esposa. Para fugir da discussão, Hugo pulou o muro da residência, mas sua bermuda e a cueca enroscaram em um ferro. Ele que já estava sem camiseta, ficou perambulando pela rua totalmente pelado. A mulher de Vanderson quando viu o homem, imaginou que ele era um estuprador e ligou para o acusado. Vanderson chegou, parou o carro, desceu e começou a agredir a vítima até a morte.

Populares que presenciaram o fato também disseram que dois adolescentes avistaram Hugo andando pela rua pelado, correram atrás dele e lhe deram uma rasteira para contê-lo. Em seguida ligaram para a Polícia. Após esse momento, é que Vanderson chegou e agrediu a vítima. A Polícia já descartou o envolvimento dos adolescentes no crime, e têm como único suspeito o pedreiro Vanderson.

 

Perícia reproduz brutalidade na morte de pedreiro confundido com estuprador
A perícia criminal repassará nesta terça-feira (27) laudos que comprovam a brutalidade com que o pedreiro Hugo Neves Ferreira, 45 anos, foi espancado...
Polícia esclarece morte de pedreiro confundido com estuprador
A Polícia realizará amanhã (22), uma semana após o linchamento do pedreiro Hugo Neves Ferreira, 45 anos, coletiva na 5ª Delegacia da Capital para esc...
Testemunhas da morte de pedreiro confundido com estuprador prestam depoimento
A Polícia fará a oitiva na tarde desta segunda-feira (19), na 5ª Delegacia da Capital, com o pai, esposa e outras testemunhas do linchamento do pedre...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions