A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/05/2014 08:48

Perícia reproduz brutalidade na morte de pedreiro confundido com estuprador

Graziela Rezende

A perícia criminal repassará nesta terça-feira (27) laudos que comprovam a brutalidade com que o pedreiro Hugo Neves Ferreira, 45 anos, foi espancado. Segundo o perito Amilkar da Serra, foi realizada uma reprodução simulada do crime e constatado que ele foi espancado três vezes, tanto com um pedaço de madeira como uma barra de ferro.

“Nós materializamos o crime com essa reprodução e inclusive encontramos um pedaço de madeira no qual um exame preliminar apontou a presença de sangue. A reprodução constatou que os depoimentos das testemunhas são coerentes e que o pedreiro foi vítima de um espancamento generalizado, porém com lesões principalmente na cabeça”, afirma o perito.

Além deste laudo, a perícia enviará outros que apontam, por exemplo, a presença do sangue da vítima no veículo do autor, apontado pela Polícia como o também pedreiro Vanderson Escobar Xavier, 43 anos. Este último, após se apresentar em um primeiro momento com um advogado, é considerado foragido da Justiça.

O linchamento - Depois de brigar com a mulher na noite do dia 14 de maio, a vítima pulou o muro de sua casa, no bairro Aero Rancho. Ele enroscou nas grades e perdeu a calça e a cueca. Uma mulher o avistou, o confundiu com um estuprador e pediu socorro do marido, no caso Vanderson.

Ele chegou de carro e encontrou Hugo, nu e bêbado próximo a sua casa. Segundo depoimentos de testemunhas, ele pegou um pedaço barra e o agrediu. Em seguida, houve aglomeração de pessoas a vítima foi deixada de lado, após um amigo da família a identificar e alertar não se tratar de estuprador ou criminoso.

Hugo Ferreira acabou levantando e tentou voltar para casa, quando foi perseguido por dois adolescentes, de 16 e 17 anos. Os meninos o agrediram com chutes e dando rasteiras. Vanderson retornou ao local e voltou a agredir o homem, que chegou a ser socorrido, mas morreu na Santa Casa.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Vanderson, que tem uma extensa ficha policial, pode entrar em contato com a Polícia Civil pelos telefones 67 3323-6700 ou 67 9627-2352, ou ainda com a Polícia Militar através do número 190. Não é necessário se identificar.

 

Juiz manda prender pedreiro que linchou outro por andar nu na rua
Exames periciais comprovaram a existência de sangue no veículo Ford Verona, pertencente a Vanderson Escobar Xavier, de 43 anos, acusado de agredir vi...
Polícia esclarece morte de pedreiro confundido com estuprador
A Polícia realizará amanhã (22), uma semana após o linchamento do pedreiro Hugo Neves Ferreira, 45 anos, coletiva na 5ª Delegacia da Capital para esc...
Testemunhas da morte de pedreiro confundido com estuprador prestam depoimento
A Polícia fará a oitiva na tarde desta segunda-feira (19), na 5ª Delegacia da Capital, com o pai, esposa e outras testemunhas do linchamento do pedre...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions