A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

01/05/2012 12:37

Sem-terra farão passeata amanhã em protesto à paralisação da reforma agrária

Viviane Oliveira

Trabalhadores sem terra e de acampamentos de Mato Grosso do Sul fazem passeata nesta terça-feira (2) pelas principais ruas de Campo Grande, a partir das 8 horas, passando pela Governadoria, Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), Ministério Público Federal, INSS e Banco do Brasil, em protesto à paralisação quase por completo do processo de reforma agrária no Estado, há mais de dois anos.

“É o Grito da Terra Mato Grosso do Sul”, justificou Geraldo Teixeira de Almeida, presidente da Fetagri/MS (Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Mato Grosso do Sul).

Segundo Geraldo, a Fetagri resolveu antecipar o Grito da Terra Brasil, que será realizado dia 30 de maio em todo Brasil. “A situação aqui está insuportável. Tudo está praticamente parado.

As desapropriações foram suspensas e as obras que estavam sendo construídas nos assentamentos, principalmente as moradias, milhares delas, estão paralisadas e provocando instabilidade, insegurança e insatisfação das famílias”, disse.

De acordo com a Fetagri o objetivo é chamar atenção das autoridades e da opinião pública para os problemas que os trabalhadores rurais estão passando no Estado há mais de dois anos, quando estourou aqui denúncias de corrupção dentro do Incra.

A concentração está marcada na sede da Fetagri, na avenida Engenheiro Roberto Mange, quase esquina com a Salgado Filho. Eles querem pedir o apoio do governador André Puccinelli (PMDB) para acelerar o processo de reforma agrária em Mato Grosso do Sul.

Moradores prendem suspeito de assaltar mulher com criança no colo
Armado com uma faca, Igor Mateus Lima da Costa, 19 anos, assaltou uma mulher que estava com o filho no colo e acabou preso por moradores. O caso acon...
Homem de 30 anos é esfaqueado e fica em estado grave
Bartolomeu Gomes de Araújo Barbosa, 30 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de faca no abdômen, na noite de ontem (12), na Rua Bo...
Após documento vazar, Sesau diz que hemogramas não foram suspensos
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) afirmou que os hemogramas continuam sendo feitos na rede pública de saúde de Campo Grande. A informação inici...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions