ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Só 1 empresa é habilitada para reformar rotatórias da Rua Joaquim Murtinho

Depois de licitação ser reformulada pela falta de interessa, Prefeitura dá seguimento ao processo com apenas uma empreiteira

Por Izabela Sanchez | 18/09/2019 09:19
Uma das rotatórias alvo de reforma no cruzamento entre Joaquim Murtinho e Ceará (Foto: Henrique Kawaminami)
Uma das rotatórias alvo de reforma no cruzamento entre Joaquim Murtinho e Ceará (Foto: Henrique Kawaminami)

Apenas uma empreiteira foi habilitada pela Prefeitura de Campo Grande para disputar licitação de R$ 836.458,81 para reformar as rotatórias da Rua Joaquim Murtinho com a Ceará. Segundo publicação do Diário Oficial desta quarta-feira (18), a empresa Construtora Rial foi a única declarada habilitada.

Conforme a publicação em Diário, a abertura da proposta ocorre no dia 23 às 8h. A segunda tentativa de licitar as rotatórias ocorreu após a Prefeitura retirar item que exigia "comprovação de que a empresa já executou serviços de características e complexidades semelhantes".

A exigência contempla dois itens prioritários elencados: "construção de pavimento com aplicação de concreto betuminoso usinado a quente" e "micro revestimento tipo lama asfáltica". Os dois têm unidades e quantidades especificadas.

Obra – Pensada para adequar melhor o fluxo de veículos – a administração estima que 68 mil passem pelas rotatórias todos os dias - a obra prevê uma série de modificações no asfalto e na estrutura. A licitação estabelece, na exigência de execução, melhorar a capacidade de acomodação de grandes veículos de carga e de transporte coletivo. Para isso, determinou que a obra deveria implementar raio de curvatura nas rotatórias, preferencialmente, entre 15 e 20 metros.

Outro detalhe, afirma o documento técnico, é a “seção transversal” da pista rotatória. Segundo a exigência da licitação, deve ser inclinada para fora do centro da rótula “para não provocar aumento de velocidade” e melhor a visibilidade dos veículos.

A frente de trabalho inclui implantação de canteiros com guias transponíveis, mais seguro para o tráfego, além de “piso em grama esmeralda conseguida de vegetação adequada dando condições de visibilidade aos condutores”. A obra também contempla implantação de passeios e rampas de acessibilidade.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário