ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEXTA  28    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Suspeito de agredir e esfaquear homem no Taquarussu é preso

Ele alegou ter matado o homem sozinho e explicou que vinha se desentendendo com a vítima há algumas semanas

Por Geisy Garnes | 28/11/2021 11:29
Vítima foi morta no meio da rua, no Bairro Taquarussu (Foto: Kísie Aionã)
Vítima foi morta no meio da rua, no Bairro Taquarussu (Foto: Kísie Aionã)

Investigações do GOI (Grupo de Operações e Investigações) resultaram na prisão do principal suspeito do assassinato que ocorreu na Rua Iporã, no Bairro Taquarussu, na manhã deste sábado (27), em Campo Grande. Edvaldo Galeano Urunaga, de 41 anos, foi encontrado na mesma região em que o crime foi registrado e confessou ter agredido e esfaqueado a vítima.

Desde o momento do crime, os investigadores iniciaram as buscas por possíveis suspeitos do assassinato. Mais tarde, receberam informações de que o principal deles estava na casa de parentes na Vila Jacy, a poucos metros de distância de onde a vítima foi assassinada.

Passaram então a monitorar os endereços do bairro e nesta manhã descobriram o suspeito escondido na casa de um amigo. Ele foi abordado e admitiu ser o responsável pelas pauladas e facadas que mataram a vítima.

Alegou ter matado o homem sozinho e explicou que vinha se desentendendo com ele há algumas semanas, inclusive ainda tinha lesões pelo corpo causadas na briga anterior ao homicídio. Edvaldo detalhou que a vítima, até o momento identificada apenas como Fernando, namora sua ex-mulher e por isso estavam discutindo frequentemente.

Edvaldo ainda tinha ferimentos recentes, que para os policiais afirmou ser consequência da luta com a vítima. Apesar de afirmar ter cometido sozinho o crime, uma testemunha confirmou a polícia que Fernando foi cercado por dois homens.

Ela relatou ter visto a vítima com faca, tentando se defender dos agressores, porém foi agredida com paulada na cabeça e caiu, já desacordada. Os homens continuaram a violência ainda assim, até um deles pegar faca que antes era da vítima e perfurar o pescoço dela.

O suspeito foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol e segue em investigação).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário