A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/07/2015 08:55

Temporal com rajadas de 63 km/h derruba árvores e destelha casas

Edivaldo Bitencourt, Raíza Calixto, Filipe Prado e Ricardo Campos Jr.
A Agetran chegam para retirar árvore que caiu na Avenida Gunter Hans (Foto: Marcos Ermínio)A Agetran chegam para retirar árvore que caiu na Avenida Gunter Hans (Foto: Marcos Ermínio)
Funcionário do HR registrou queda de árvore no pátio (Foto: Direto das Ruas/Edson Costa)Funcionário do HR registrou queda de árvore no pátio (Foto: Direto das Ruas/Edson Costa)

O temporal com rajadas de vento com 63,6 quilômetros por hora causou quedas de árvores em ruas, avenidas e sobre veículos nos bairros localizados nas saídas para Sidrolândia e Aquidauana. Também houve destelhamento de casas e condomínios. O tráfego de veículos está impedido em vários bairros situados na saída para Sidrolândia.

A Coordenadoria Municipal da Defesa registrou destelhamentos nos residenciais Nelson Trad, no Jardim Carioca, e no Leonel Brizola, no Jardim Tijuca.

Segundo o sistema de monitoramento da Defesa Civil de Campo Grande, a chuva mais forte atinge a região das Moreninhas, na saída para São Paulo, onde choveu 27 milímetros. Também choveu em torno de 10 milímetros nas regiões dos bairros Cabreúva, do Itanhangá Park, Vilas Boas e do Shopping Norte Sul.

No Hospital Regional de Mato Grosso do Sul Rosa Pedrossian, no Conjunto Aero Rancho, duas árvores caíram no pátio. A queda de uma árvore de maior porte assustou pacientes e funcionários na entrada da instituição, entre as avenidas Gunter Hans e Vereador Thyrson de Almeida (prolongamento da Avenida Ernesto Geisel).

Árvore caiu e interditou o trânsito na Avenida Gunter Hans (Foto; Direto das Ruas)Árvore caiu e interditou o trânsito na Avenida Gunter Hans (Foto; Direto das Ruas)
Condomínio Leonel Brizola foi destelhado na manhã de hoje (Foto:Debora Cristina)Condomínio Leonel Brizola foi destelhado na manhã de hoje (Foto:Debora Cristina)

Segundo o funcionário do setor administrativo do HR, Edson Costa, caíram duas árvores no hospital. Uma quebrou a vidraça do ambulatório da quimioterapia, mas não houve vítimas porque o local fica fechado no fim de semana. Os pacientes e funcionários viram a queda das árvores e levaram um susto durante a ventania, segundo Edson.

O Corpo de Bombeiros atende a queda de árvore sobre residência na Rua Roda Velha, no Indubrasil, na saída para Aquidauana. Outra árvore caiu sobre veículo na Avenida Guaicurus, na Vila Mariana, na região sul da Capital.

Uma leitora do Campo Grande News ligou para falar que houve destelhamento do Condomínio Residencial Leonel Brizola, na Vila São Pedro, na saída para Sidrolândia.

Segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), as rajadas de vento atingiram 63,6 quilômetros por hora em Campo Grande.

Uma árvore de grande porte caiu e interditou o tráfego de veículos na Avenida Gunter Hans, obrigando os veículos a trafegar por dentro do Terminal Aero Rancho. Houve quedas de árvores e placas de publicidade nas avenidas Marechal Deododo e Panambi Verá.

Choveu em torno de 10 milímetros na região central (Foto: Marcos Ermínio)Choveu em torno de 10 milímetros na região central (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions