ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Tio terá de manter 300 metros de distância de adolescente que agarrou a força

Rapaz foi preso e ganhou a liberdade com a condição de não se aproximar da vítima

Por Anahi Zurutuza | 10/07/2020 14:35
Estátua símbolo da Justiça em frente ao Fórum de Campo Grande, onde suspeito passou por audiência de custódia (Foto: TJMS/Divulgação)
Estátua símbolo da Justiça em frente ao Fórum de Campo Grande, onde suspeito passou por audiência de custódia (Foto: TJMS/Divulgação)

Por determinação do juiz Alexandre Antunes da Silva, tio que tentou agarrar a sobrinha da esposa à força terá de manter distância mínima de 300 metros da adolescente e está proibido de fazer qualquer contato com ele. O homem de 24 anos foi preso na manhã de ontem, no Bairro Centenário, em Campo Grande, depois de tentar agarrar e ainda oferecer R$ 10 para estuprar a menina de 13 anos.

À polícia, a vítima contou que foi até a padaria onde o suspeito trabalha, a pedido da mãe. Ela deveria cobrar dinheiro que o rapaz pegou emprestado O homem atraiu a vítima até a casa onde morava, com a desculpa de que o valor estaria lá.

Ainda conforme o relato, já na residência, o jovem entrou em um dos quartos, tirou a camiseta, e ao retornar, puxou a vítima pela cintura e tentou beijá-la. Ao notar o desespero da menor de idade que tentava fugir, o homem ainda tentou oferecer R$ 10 para a vítima.

A menina correu em direção a saída da casa, e por repetidas vezes, o autor pediu para que ela não contasse a ninguém sobre o que havia acontecido. No entanto, a garota correu até uma construção onde outro parente trabalhava para pedir ajuda.

Na delegacia, o homem preso negou o crime e disse que foi mal interpretado. Segundo ele, ao se aproximar da adolescente, tentava tirar um bicho que estava grudado no cabelo dela.

O tio foi autuado por estupro de vulnerável, mas ganhou o direito de responder pelo crime em liberdade, desde que não faça contato ou se aproxime da vítima.