ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 15º

Capital

TJ confirma absolvição de tenente-coronel que matou marido

A oficial da PM foi a julgamento no dia 23 de junho e por 4 votos a 3, o júri decidiu absolve-la

Por Anahi Zurutuza | 18/11/2021 18:21
Tenente-coronel Itamara Romeiro durante depoimento (Foto: Liniker Ribeiro/Arquivo)
Tenente-coronel Itamara Romeiro durante depoimento (Foto: Liniker Ribeiro/Arquivo)

Por unanimidade, desembargadores da 3ª Câmara Criminal do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) decidiram manter a absolvição da tenente-coronel da PM (Polícia Militar), Itamara Romeiro Nogueira, de 45 anos, que matou o marido, major Valdeni Lopes Nogueira, 45, em 2016.

A oficial da PM foi a julgamento no dia 23 de junho e por 4 votos a 3, o júri decidiu absolve-la da acusação de assassinato. Ela alegou legítima defesa, depois de ser agredida e ameaçada de morte pelo marido, naquele dia 12 de julho de 2016, na casa do casal, no Bairro Santo Antônio, em Campo Grande. “Era a minha vida ou a dele”, disse muito emocionada durante depoimento para os jurados, a segunda vez que falou publicamente sobre o assunto.

A acusação contestou a versão e alegava que o crime, deveria ser tratado como uma execução. Dois dias após o júri, o promotor Douglas Oldegardo Cavalheiro dos Santos entrou com recurso pedindo a revisão da decisão dos jurados.

Já o advogado de Itamara, José Roberto da Rosa pediu a manutenção da absolvição. A defesa levou ao júri a tese de que a oficial da PM vivia em relacionamento abusivo e já havia sido agredida inúmeras vezes. Por isso, no dia da briga do casal, agiu de forma passional.

Nos siga no Google Notícias