A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/08/2013 15:39

TJ nega mais uma vez liberdade a preso durante ato contra corrupção

Viviane Oliveira e Aline do Santos
Grupo de manifestantes pedem na frente do TJ. Eles pedem para que o ator responda o processo em liberdade.  (Foto: Stephanie Romcy)Grupo de manifestantes pedem na frente do TJ. Eles pedem para que o ator responda o processo em liberdade. (Foto: Stephanie Romcy)

A Justiça negou, novamente, na tarde desta segunda-feira (5) o pedido de liberdade do manifestante Eduardo Miranda Martins, de 28 anos, o Dudu, preso há 45 dias no Presídio de Trânsito, em Campo Grande. O pedido para que ele respondesse em liberdade foi negado em 1ª instância no dia 9 de julho.

Dudu foi detido pela Guarda Municipal durante protesto no dia 21 de junho. Ele é acusado de tentar invadir a Câmara Municipal e de portar 23 papelotes de cocaína e uma porção de maconha na mochila.

Com cartazes ‘Justiça Digna’, ‘Dudu livre’, ‘Prisão arbitrária’! ‘Drogas Plantadas’, um grupo de amigos de Dudu protestaram em frente ao Tribunal de Justiça no final da manhã de hoje. Eles pedem para que o jovem responda o processo em liberdade.

Em defesa de Dudu, um dos organizadores do manifesto de hoje, Victor Samudio, acredita que a droga foi colocada na mochila de Dudu para incriminá-lo. “Pelo tempo que o conheço, não acredito que aquela droga lhe pertencia”, afirma.

O educador físico, Robson de Souza, de 27 anos, conta que também foi preso pela Cicgoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises) no mesmo dia que Dudu, mas foi liberado.

“Eu parei para filmar e fui atingido por uma bala de borracha e ao cair no chão acabei detido pela Polícia”, diz, acrescentando que por conta disso acabou fraturando o dedo do pé esquerdo.

Junto com Dudu, que responde por dano qualificado contra o patrimônio público e tráfico de drogas, foram presas mais cinco pessoas. Todos já estão em liberdade e respondem por dano qualificado contra o patrimônio público.



Eu pergunto aos nobres representantes da justiça: qual crime é mais grave, o desse moço ou o do médico acusado de fraudar o hospital do câncer? Enquanto o manifestante está preso, o médico, por ser importante, está passeando nos EUA.
 
ricardo griao em 05/08/2013 20:27:54
Por que um homem que já fez tantas denuncias contra a guarda-municipal - inclusive a última há menos de 40 dias do protesto - iria enfrentar a polícia, portando drogas na mochila???????
Muito estranho!!!
 
Isabela Saldanha em 05/08/2013 18:31:46
Prender e manter preso um cidadão Preto e Pobre é mole, quer ver prender o Pessoal do Mensalão ou Gente que desvia dinheiro de Santa Casa, Autoridades do Judiciário que perde o cargo e ganha Aposentadoria Compulsória. Que País é Este?
 
Luis Acordado em 05/08/2013 17:39:29
Como se a quantidade de usuário e traficante não fosse suficiente a policia precisaria de incriminar alguém por mero prazer este organizador e um brincalhão,não cabe ninguém no presidio só falta os direitos dos manos usar o argumento de defesa do tipo flagrante forjado.
 
nelson wagno em 05/08/2013 15:58:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions