A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/05/2011 18:00

Título Interno

Marta Ferreira

Sub-Título

O Tribunal de Justiça reduziu na semana passada a pena aplicada a José Marcos de Jesus, condenado pelo assassinato de Antônio Prestes Ribas, ocorrido em julho 2006, no conjunto Buriti, em Campo Grande. Considerando culpado pelo júri, Jesus havia recebido pena de 18 anos de reclusão, que foi diminuída para 14 anos.

Na mesma decisão, o TJ rejeitou o pedido para diminuir a pena de outra envolvida no crime, Marinês Ribes de Brito, que foi mantida em 12 anos.

O assassinato ocorreu no dia 28 de julho de 2006. A Polícia descobriu que José Marcos, Marines e Mauro César Lima Alexandre, participaram do crime, motivado por uma dívida que ela tinha com a vítima, que era seu tio.

Marinês contratou os dois homens por R$ 350 e emprestou a moto que eles usaram no dia do crime. Além do assassinato, eles também deixaram ferida Aparecida Nunes, que estava com a vítima.

O primeiro a ser preso foi Lima, logo após o crime, quando se envolveu em um acidente com a motocicleta roubada usada para a fuga. Ele também foi condenado, por lesão corporal.



Muito bom TRIBUNAL DA INJUSTIÇA. BRASIL, mais uma vez se mostrando o país da IMPUNIDADE!

 
Marcelo Jara Davalo em 17/05/2011 07:35:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions