A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/12/2015 23:58

TJ vai aumentar folha em R$ 3,7 milhões com abono de R$ 200,00 e enquadramento

Flávio Paes
Tribunal de Justiça cumpre acordo com servidores (Foto;Arquivo)Tribunal de Justiça cumpre acordo com servidores (Foto;Arquivo)

A incorporação de um abono salarial de R$ 200,00 e o enquadramento de servidores, vai gerar um custo adicional de R$ 3,7 milhões na folha de pagamento do Tribunal de Justiça. O abono, que vem sendo pago desde abril do ano passado a 4.214 servidores do Judiciário (dos quais 682 aposentados), vai aumentar em R$ 1, 5 milhão a folha de pagamento do Tribunal de Justiça, que somando ao décimo terceiro, trarão um impacto anual de R$ 20,4 milhões.

Já o enquadramento, trará um custo mensal de R$ 2,7 milhões, ou R$ 16 milhões ao longo de um ano. Somados os benefícios, o impacto será de R$ 36,6 milhões, custo projetado durante 2016.
A incorporação do abono e o enquadramento, com a mudança de nível para quem inteirou 5 anos de serviço, fez parte do acordo salarial firmado com os servidores que em abril desde tiveram 7% de reajuste salarial, acumulando 202% entre 2012 e 2014.

Em seis anos de vigência do plano de cargos, o analista judiciário, que forma o maior número de servidores, teve um aumento acumulado de 59,8%, passando seu vencimento base de R$ 2.482,40 para R$ 3.982,46, enquanto a inflação ficou em 53% . O técnico de nível superior que em 2009, ganhava, R$ 3.229,12, passará a receber R$ 5.065,56, 56% a mais.

O maior salário no Judiciário, o de diretor geral, passará para R$ 34.364,18, remuneração maior que a dos deputados estaduais (R$ 25.322, 25) e do governador (R$ 26.589,67). Em 2009, esta remuneração era R$ 24.118,06, um incremento de 42,48%. A gratificação dos diretores do departamento passou de R$ 4.456,75 para R$ 6.261,68, 40% a mais.

 



O abono concedido no meio deste ano já tinha previsão de incorporação ao salário em janeiro de 2016, já que fazia parte daquela negociação salarial e foi concedido desta forma para que naquele momento não onerasse em demasia a folha do TJ.

O texto ficou meio truncado. O gasto adicional (que ainda não era computado) é de 1,5 ou 3,7 milhões?

Os 202% entre 2012 e 2014, que o Sr. citou, se referem à reposição salarial (inflação) ou aumento salarial (ganho real)?

Na verdade os servidores mudam de nível a cada 2 anos (progressão funcional), recebendo aumento simbólico.

A cada 5 anos os servidores recebem o Adicional de Tempo de Serviço. Tanto a progressão funcional, quanto o adicional de tempo de serviço são direitos já consolidados e não foram objeto da negociação salarial deste ano.
 
Samer em 30/12/2015 00:43:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions