A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

18/10/2017 15:48

Trecho de 700 metros da Rua Yokoama começa a ser recapeado, diz prefeitura

Obra acontece em parceria entre o município e a concessionária de saneamento Águas Guarirobas

Mayara Bueno
Frente de trabalho na rua Yokoama. (Foto: Assessoria Prefeitura de Campo Grande).Frente de trabalho na rua Yokoama. (Foto: Assessoria Prefeitura de Campo Grande).

A rua Yokoama, no Santo Amaro, em Campo Grande, começa, nesta quarta-feira, dia 18, ser recapeada, conforme a prefeitura, por meio da parceria com a Águas Guariroba. Passará por obra o trecho entre as ruas Presidente Café Filho e Amélio Carvalho Baís, totalizando 700 metros.

Ainda de acordo com o município, hoje as equipes taparam os buracos e na quinta-feira, dia 19, começam o serviço de microrevestimento do pavimento.

O acordo entre a Águas e município trata-se de medida compensatória de R$ 7 milhões da concessionária pelos estragos provocados nas ruas da cidade, com a abertura de valetas para expansão das redes de água.

A previsão é de que passem por obras 22 quilômetros de vias pela Capital, segundo a prefeitura.

Na Yokoama, as intervenções serão feitas por quadra, de forma a tentar diminuir os transtornos no trânsito para os motoristas. Depois desta via, a previsão é que sejam feitas obras na rua Pontalina, bairro Universitário, em uma extensão de 900 metros, entre a rua Vitor Meireles e avenida Guaicurus.

Em setembro, impasse jurídico havia suspendido a parceria. Na época, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que o problema seria contratual entre a Águas e a empresa que realiza o serviço para ela e, que assim que a situação fosse resolvida, o serviço seria retomado.

Como funciona - A prefeitura explica que a programação prevê microrevestimento asfáltico nas ruas onde o pavimento ainda tem tempo de vida útil e precede a execução do tapa-buraco.

Locais já comprometidos por diversos remendos passarão por colocação de uma nova capa de asfalto. Depois, será utilizada uma espécie de cola impermeabilizante e sobre o pavimento antigo se aplica o material à base de pedra brita zero, pedrisco, pó de areia e massa asfáltica, que é o microrrevestimento.

Tal material, conforme o secretário de Infraestrutura, Rudi Fiorese, impede infiltração de água da chuva, fazendo com que não sejam abertos novos buracos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions