ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Trio é preso com 2 mil comprimidos de ecstasy avaliados em R$ 50 mil

Por Viviane Oliveira | 25/01/2017 10:00
Vinicius buscou a droga em São Paulo (Foto: divulgação Derf)
Vinicius buscou a droga em São Paulo (Foto: divulgação Derf)
Gabriel entregaria os comprimidos a Elisângela (Foto: divulgação Derf)
Gabriel entregaria os comprimidos a Elisângela (Foto: divulgação Derf)
Segundo a polícia, Elisângela era quem entregaria a droga na casa de prostituição (Foto: divulgação Derf)
Segundo a polícia, Elisângela era quem entregaria a droga na casa de prostituição (Foto: divulgação Derf)
Comprimidos, que seriam vendidos em casa de prostituição, foram apreendidos (Foto: divulgação Derf)
Comprimidos, que seriam vendidos em casa de prostituição, foram apreendidos (Foto: divulgação Derf)

Denúncia anônima levou a Polícia Civil a prender três pessoas com mais de dois mil comprimidos de ecstasy, que seriam vendidos por R$ 50 mil em uma casa de prostituição, em Campo Grande.

Os suspeitos Vinícius Brito Pereira, 30 anos, Gabriel Chaves de Arruda, 22 anos, e Elisângela Pereira Rocha, 37 anos, foram presos em flagrante na terça-feira (24). Eles contaram que a droga foi comprada no Estado de São Paulo.

Conforme o delegado Reginaldo Salomão, da Derf (Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos), a equipe recebeu informação de que uma grande quantidade de entorpecente seria trazida para a cidade. Os investigadores, então, passaram a monitorar a ação, que terminou na prisão dos três.

À polícia, o grupo relatou que o entorpecente foi trazido de ônibus por Vinícius, a mando de uma pessoa identificada apenas como Carioca. Gabriel era quem intermediaria a venda para Elisângela, que venderia para uma quarta pessoa.

Cada comprimido seria vendido por R$ 25 em uma casa de prostituição, na Vila Bandeirantes, próximo a uma faculdade particular. Os envolvidos vão responder por tráfico de drogas. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário