A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/12/2010 18:34

Trio invade casa no Carandá Bosque, rende família e rouba carro e jóias

João Humberto

Na manhã desta quarta-feira, três bandidos armados com revólveres invadiram uma casa localizada na rua Vitório Zeolla, bairro Carandá Bosque, em Campo Grande. Eles abriram um buraco no muro, renderam a família e fugiram levando joias avaliadas em R$ 300 mil, bem como um veículo Gol, que foi abandonado e consequentemente recuperado pela polícia.

De acordo com informações da PM (Polícia Militar), quando os assaltantes chegaram até a residência, amarraram um advogado de 27 anos. Em seguida, sua mãe de 52 anos chegou ao local, quando dois homens encapuzados a questionaram sobre a senha de um cofre.

Para a mulher, a dupla de bandidos disse que não iria fazer mal a ninguém, desde que a senha do cofre da família fosse repassada aos assaltantes. Segundo a polícia, ela abriu o cofre e deu todas as joias e outros objetos de valor aos ladrões.

Os assaltantes entraram no veículo Gol, levando as joias e equipamentos eletrônicos. Antes de saírem, no entanto, os bandidos amarraram a mulher junto ao filho num quarto e trancaram a porta.

As vítimas foram localizadas pela filha da mulher e irmã do advogado. O pai deles, que é médico, só chegou à casa na parte da tarde.

O caso é investigado por policiais do 9º BPM (Batalhão da Polícia Militar) e da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos). Ainda de acordo com a polícia, uma linha de investigação seguida nesta tarde, a partir de um objeto abandonado na casa por um dos bandidos, pode fazer com que os criminosos sejam presos ainda hoje.

PM prende ladrão de ônibus suspeito de uma série de assaltos
Ações foram praticadas na região do Bairro Aero RanchoWanderlei Alves da Silva, 35 anos, foi preso pelo assalto de um ônibus da Viação Cidade Morena...
Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...


Quem escreveu a supracitada matéria equivocou-se, pois a Polícia Militar não tem compentência de investigar, pois sua atribuição é ostensiva. O fato está sendo investigado pela Polícia Civil, que é a Polícia Judiciária, a qual tem atribuição de investigar, portanto o caso NÃO está sendo investigado pelo 9 BPM e sim pela DERF.
 
Alfredo Bitencurt Saldanha em 23/12/2010 08:41:00
Neste fim de ano, daria nota 10 para as polícias civís e militares, bem como aos bombeiros, porque, o que tem de policial nas ruas é coisa nunca vista em C.Grande, porqie a bandidagem aumentou, mas, graças a presença dos policias estamos com mais seguança, não só nas ruas mas, também em casa. Parabens. FELIZ NATAL.
 
Pedro B. Nascimento Filho em 23/12/2010 02:09:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions