A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

20/06/2014 09:01

Universitária que teve braço amputado em acidente continua na UTI

Francisco Júnior
Local do acidente. (Foto: Marcos Ermínio)Local do acidente. (Foto: Marcos Ermínio)

A estudante Gabrielli Pinheiro Guenka, 21 anos, que teve o antebraço direito amputado em um acidente de trânsito ocorrido na madrugada de ontem (19), continua internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Campo Grande. Ela foi submetida a cirurgias, mas está consciente e orientada, segundo informou o hospital.

A jovem, que é estudante de engenharia da computação na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), era passageira de um veículo Celta, conduzido pela amiga que foi presa por embriaguez, Célia Caroline Oliveira, 25 anos. A motorista também ficou ferida no acidente e está internada no ProntoMed da Santa Casa. Ela foi submetida a exames e passa bem.

Conforme a Polícia Civil, Célia seguia no sentido Coronel Antonino e tinha como passageira a amiga, quando perdeu o controle da direção, bateu em um Fox que estava estacionado em frente a uma farmácia e, em seguida, atingiu equipamentos de ginástica de uma praça no local. O braço de Gabrielli foi arrancado no impacto com outro veículo.

Os policiais de trânsito que atenderam a ocorrência constataram que a condutora estava em visível estado de embriaguez. Ela se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas mesmo assim foi feito um termo de constatação de embriaguez e a jovem foi presa e encaminhada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

O carro que Célia conduzia estava com os documentos vencidos e foi levado para o pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


Quando ocorre um acidente desses com graves sequelas às vitimas e quando o causador é do sexo feminino, a mídia,com rara exceção, tenta amenizar os fatos e passar a mão na cabeça das vitimas e omitem comentários de leitores que veem o caso da forma como é,indicando os causadores e como é a realidade independente do sexo,pobre ou rico...todo motorista que dirige bêbado sabe que pode cometer um crime contra um cidadão,uma criança,um velhinho ou uma velhinha. Nesse caso a moça bêbada teve sorte de apenas fazer a amiga perder parte do braço mas vai precisar prestar contas com a sua própria consciência.
 
Samuel Gomes em 20/06/2014 11:31:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions