ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SÁBADO  20    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Vereadores aprovam 7º Conselho Tutelar e sirene "suave" nas escolas

Nova unidade para proteção de crianças e adolescentes atende a pedido judicial e ficará no Novos Estados

Por Cassia Modena e Caroline Maldonado | 02/04/2024 12:47
Parlamentares votam projetos na sessão desta terça, na Câmara (Foto: Reprodução/Redes sociais)
Parlamentares votam projetos na sessão desta terça, na Câmara (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Os vereadores de Campo Grande aprovaram nesta terça-feira (2) nove projetos de lei, sendo os mais discutidos dois que atendem demandas de crianças e adolescentes. Um deles autoriza a criação do sétimo Conselho Tutelar da Capital e outro obriga a substituição das sirenes das escolas municipais por um alarme "suave".

O primeiro foi apresentado pela prefeitura após ordem da Justiça Estadual. É que Campo Grande tem seis Conselhos, porém, deveria ter no mínimo oito considerando o tamanho de sua população.

A sétima unidade ficará no Bairro Parque dos Novos Estados. Faltará a autorização para abrir o oitavo. A criação deve ser feita até maio deste ano, como determinou o Judiciário.

Atualmente, Campo Grande tem 6 dos 8 Conselhos que deveria ter (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)
Atualmente, Campo Grande tem 6 dos 8 Conselhos que deveria ter (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)

Conscientização sobre o autismo - O segundo projeto foi apresentado pelo vereador Ademar Vieira Júnior, o "Coringa" (MDB), para atender reivindicações de pais e responsáveis por crianças e adolescentes com TEA (Transtorno do Espectro Autista) que estudam nas escolas municipais e podem ter crises e irritabilidade quando soam sirenes em volume muito alto e estridente.

O dia da aprovação coincide com o Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo, criado pela ONU. "Eu fico muito feliz do projeto ter sido aprovado por unanimidade, até porque hoje é o Dia Mundial da Luta da Pessoa com Autismo", reforça o vereador.

Segundo explica Coringa, após a sanção da prefeita Adriane Lopes (PP), as escolas municipais ficarão obrigadas a substituir sirenes altas "por sinais sonoros adequados de forma que não cause incômodos sensoriais aos estudantes com deficiência e transtornos globais", diz.

"Hoje, praticamente todas as escolas do município de Campo Grande têm pessoa com autismo. E a gente vai cobrar para que elas possam substituir o mais rápido possível, até porque o projeto foi aprovado pela Câmara, vai para a sanção da prefeita e eu tenho certeza absoluta que ela [a Adriane] vai aprovar também", finaliza o parlamentar.

Outros projetos - As demais propostas aprovadas na sessão de hoje são as seguintes:

  • Cria a Semana Municipal da Mãe Atípica e Responsável Legal Atípico, que poderá ser comemorada anualmente na terceira semana do mês de maio;
  • Regulamenta a utilização do painel eletrônico para votação na Câmara e estabelece tempo máximo para leitura de indicações por vereadores;
  • Fala sobre o recebimento de denúncias de violações de direitos dos idosos em Campo Grande;
  • Cria o selo de Patrimônio Cultural Gastronômico para comércios que vendem pratos populares na Capital;
  • Inclui no calendário oficial de Campo Grande o “Dia Municipal do Reggae”, que poderá ser comemorado em 17 de junho;
  • Inclui também no calendário oficial da Capital o “Dia Municipal do Psicopedagogo”, que poderá ser comemorado em 12 de novembro;
  • Declara como de Utilidade Pública a Associação Redentorista Filhos de Maria.

*Matéria editada às 13h31 para corrigir localização do novo Conselho Tutelar.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.


Nos siga no Google Notícias