A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/08/2015 23:10

Vereadores de oposição esperam explicações do presidente da Câmara

Thiago de Souza

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande, que fazem oposição ao Prefeito Gilmar Olarte (PP), se reuniram nesta segunda-feira (3), para definir ações a ser tomadas na volta do recesso parlamentar, nessa terça-feira (4). A bancada vai aguardar explicações do presidente da Casa, vereador Mário César (PMDB), sobre o suposto envolvimento dele na venda de voto a favor da cassação do então prefeito Alcides Bernal (PP). Também vai solicitar à Justiça, cópia do inquérito da Operação Lama Asfáltica, da Polícia Federal, CGU (Controladoria Geral da União) e Receita Federal, para anexar à ação popular que pede anulação da cassação do ex-prefeito, Alcides Bernal.

Na reunião estavam os vereadores Luiza Ribeiro (PPS), Alex do PT (PT), Ayrton Araújo (PT), Thaís Helena (PT), Paulo Pedra (PDT). O vereador Cazuza (PP) participou por telefone.

O rompimento dos contratos de empresas suspeitas em licitações fraudulentas com o município também é prioridade para os vereadores. A vereadora Luiza Ribeiro destacou que todos os contratos irregulares devem ser extintos, porém, pede cautela. “É preciso ter cuidado para o que o rompimento dos contratos, não venha a prejudicar serviços essenciais na cidade”, pontuou a vereadora do PPS.

Eles vão pedir também que seja aberta uma comissão para que, legislativo e executivo, acompanhem juntos a quebra de contrato desses fornecedores, e o desenrolar das investigações da Polícia Federal, do MPF, MPE e CGU. Luiza Ribeiro citou o caso do Consórcio CG Solurb, na qual empresas participantes desse grupo são investigadas pela PF no âmbito da Operação Lama Asfáltica, por compor um esquema fraudulento para conseguir licitações na área da coleta de lixo em Campo Grande. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions