A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/04/2014 11:31

Vigia baleado no rosto por ladrão fazia "bico" para pagar faculdade

Graziela Rezende
Posto onde ocorreu a tentativa de assalto e vigia foi baleado (Foto: Marcelo Victor)Posto onde ocorreu a tentativa de assalto e vigia foi baleado (Foto: Marcelo Victor)

O vigia Nivaldo José da Silva, 52 anos, baleado por um falso cliente em um posto de combustíveis no cruzamento das ruas Padre João Crippa e Eduardo Santos Pereira, no Monte Castelo, trabalhava no local há mais de dois anos para custear a faculdade de Direito. As imagens que o Campo Grande News teve acesso mostram o exato momento em que bandido sacou a arma e ele tentou impedir o assalto. No entanto, foi atingido no rosto.

Segundo o proprietário do local, que prefere não se identificar, Nivaldo tinha como única função monitorar as pessoas que saíam do local sem efetuar o pagamento. Pelas imagens, é possível ver que desde o início ele estava “desconfiado” do autor, tanto que pessoalmente pegou uma cerveja para ele e ficou aguardando o momento da abordagem.

“Ele desconfiou desde o início do bandido, porque ele estava olhando o movimento ali e até a contagem do estoque. O pessoal já estava se preparando para encerrar, faltava só meia hora. E quando ele retirou a arma, seu Nivaldo saiu para impedi-lo e ele efetuou o disparo”, diz uma funcionária que estava na ocasião.

As imagens ainda mostram que o autor fugiu em seguida. Ele não escondia o rosto e vestia um casaco preto, além de calça jeans. Já a vítima ficou caída no local e recebeu atendimento médico às pressas. “Ele era muito atencioso, me pediu um “bico” para pagar a faculdade, dizendo que tinha experiência, pois era ex-policial. Aqui é um movimento danado, nunca havia acontecido assaltos”, finaliza o proprietário.

Nivaldo, conforme a assessoria de imprensa da Santa Casa, está com a bala alojada na cervical. Ele está estável, porém grave, em coma induzido. Hoje passa por diversas especialidades médicas.

Crime - O ladrão simulou a compra de uma cerveja antes de balear o vigia. Ele aparentava estar muito nervoso, chegou a pé ao local e foi até a conveniência do posto. A vítima então vai até o freezer pega a cerveja e entrega ao assaltante. Ele agradece e passa o dinheiro a caixa.

Quando a funcionária vai dar o troco, o assaltante tira a arma da cintura, anuncia o assalto e nesse momento é surpreendido pelo vigia. Os dois lutam e o ladrão acaba atirando. Nivaldo é baleado com um tiro na boca e cai ao lado de fora da conveniência. O bandido fugiu sem levar nada.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions