A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018

19/10/2008 15:52

Carteiros ainda consideram possibilidade de greve

Redação

Mesmo com conquistas salariais, os trabalhadores dos Correios de Mato Grosso do Sul não descartam a possibilidade de greve. Um no acordo coletivo para 2008 e 2009 desvinculou das reivindicações salariais das do plano de cargos e carreiras (PCC), o que permitiu que as negociações avançassem em termos salariais. Porém, a categoria não abre mão de um PCC negociado bilateralmente. 

"Agora, fechado o acordo coletivo, vamos voltar à mesa de negociação para debatermos a questão do plano de cargos, carreiras. Nós aprovamos o acordo coletivo, mas o estado de greve está mantido por conta do PCC", afirma o secretário-geral do Sintect-MS, Emídio Gonçalves Alves.

De acordo ele, a proposta aceita foi considerara "razoável" por garantir a reposição da inflação nos salários, bem como reajuste dos benefícios garantidos para a categoria, como ticket-alimentação, vale cesta-básica, auxílio-creche e a implantação imediata da licença-maternidade de seis meses.

Em audiência, ANS discute nova proposta de reajuste de planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) propôs hoje (13), em audiência pública, uma nova metodologia para o cálculo do reajuste anual dos plano...
Mega-Sena pode pagar até R$ 33 milhões no sorteio desta quarta-feira
Amanhã (14) o sorteio da Mega-Sena pode pagar até R$ 33 milhões para quem acertar as seis dezenas do prêmio principal. A rodada chegou esse valor dep...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions