A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

01/07/2009 14:18

Ceará ganha mais dois semáforos para diminuir acidentes

Redação

Dentro de mais dez dias, entrarão em operação mais dois semáforos na rua Ceará. Um vai ser instalado altura da rua 15 de Novembro e o outro em frente à Escola Estadual Hercules Maymone.

Segundo o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade, a intenção é permitir, a quem trafega na Ceará, que faça conversão à esquerda entrando na 15 de Novembro.

"Nosso objetivo também é diminuir o número de acidentes que acontecem naquele local, além de reduzir a velocidade de quem dirige pela Ceará", acrescenta Rudel, lembrando que será um semáforo de três tempos.

Em frente ao Hércules Maymone foi necessária a instalação de semáforos, pois um terminal de ônibus foi construído na via. Haverá sinalização semafórica tanto para os coletivos quanto os carros. O sistema no local será composto por um semáforo controlado por pedestres, para ser operado pelos alunos da escola, explica a engenheira Fabíola Teixeira.

Mais equipamentos - Rudel Trindade lembrou que será instalado um radar na Ceará e outro semáforo no cruzamento com a rua Pernambuco. "O radar vai ficar embaixo do viaduto e ajudará a reduzir a velocidade dos veículos e também a organizar o transito", acrescenta.

Quanto ao semáforo da Pernambuco, segundo Rudel, isso vai permitir que o motorista que vai em direção ao córrego Sóter tenha uma alternativa de percurso. "O que vai diminuir, um pouco, o movimento na avenida Mato Grosso", prevê.

Outra alteração que deve entrar em vigor dentro em breve na rua Ceará é a proibição de do estacionamento. Conforme Rudel, a Agetran está aguardando somente a entrega das placas para iniciar a proibição.

Testemunhas - O produtor rural José Sagmeister, de 66 anos, mora em um condomínio próximo à esquina da rua Ceará com a 15 de Novembro, e diz que já perdeu as contas da quantidades de acidentes que viu no local. "Só um acidente na semana passada envolveu cinco carros", conta.

Para ele, o problema é que os motoristas não respeitam a sinalização. Apesar da placa fixada em um poste na esquina das ruas, indicando que a conversão é proibida à esquerda, muitos motoristas fazem essa manobra.

O taxista Gabriel Valente, de 49 anos, conta que foi justamente essa prática que deu prejuízo a um colega de seu ponto de táxi, há alguns meses. "Ele vinha descendo pela Ceará e o motorista entrou à esquerda, o que é proibido", lembra.

Gabriel avalia que o semáforo deverá diminuir o número de acidentes no local.

Alerta

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions