A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/01/2010 16:53

Chuva adia aulas em 77 municípios de MS

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) confirmou nesta tarde o adiamento do ano letivo em todo o Estado, com exceção da Capital, por conta dos estragos provocados pela chuva nos municípios.

Pelo novo calendário, as aulas terão início no dia 18 em todo o interior, apenas para Campo Grande continua a valer a data do dia 8 de fevereiro.

A confirmação foi feita pelo governador durante reunião de prefeitos na Assomassul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul). André já havia terminado o discurso, quando voltou ao microfone para informar aos prefeitos a padronização na data.

"Dá tempo de recuperar as estradas vicinais", justifica o governador em relação aos municípios que tiveram pontes quebradas e estradas destruídas, impedindo o acesso de estudantes da zona rural.

Na Capital a data não foi mudada porque as chuvas não estragaram os acessos às escolas.

Questionado se apenas dez dias a mais para o início das aulas fariam diferença no conserto de estradas, o presidente da Assomassul, Beto Pereira, respondeu que o prazo deverá ajudar a reparar os estragos.

"Mas eu não posso prever se vai chover, e aí não se resolve nada", pondera Pereira.

Estragos - Vários municípios do interior foram afetados pelas chuvas dos últimos dias, e o prejuízo calculado pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) é de R$ 10 milhões.

Em Coxim, por exemplo, a prefeita Dinalva Mourão (PMDB) explica que não seria possível começar as aulas no dia 8, como previsto anteriormente, porque as estradas intransitáveis, o que impede alunos da zona rural de chegarem à cidade.

Foram pleiteados R$ 1,84 milhão de reais para reparos emergenciais na cidade, contudo o valor não cobre todos os estragos, assim como em vários outros municípios.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions