A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/04/2011 19:29

Cidadão que entregar arma não será obrigado a se identificar na Campanha do Desarmamento deste ano

Carolina Pimentel, da Agência Brasil

Quem entregar uma arma nos postos de coleta da campanha de desarmamento não precisará fornecer dados pessoais para receber a indenização. Essa é uma das novidades da campanha deste ano, que será iniciada no dia 6 de maio.

Nas duas campanhas nacionais anteriores, o cidadão que devolvia uma arma de fogo tinha de dar informações pessoais, como o número do CPF e de uma conta bancária, para o governo depositar a indenização. Na nova campanha, ao entregar a arma, o cidadão vai receber um protocolo para retirar o valor em uma agência do Banco do Brasil ou em caixas eletrônicos.

Ao manter o anonimato, o governo espera receber mais armas em comparação às outras campanhas, inclusive ilegais. “A nossa intenção não é saber a procedência da arma”, disse a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Mikki, após a primeira reunião do Conselho de Desarmamento.

Os valores de indenização continuam os mesmos, variam de R$ 100 a R$ 300 dependendo do tipo de armamento. O Ministério da Justiça reservou R$ 10 milhões para o pagamento das indenizações.

O secretário executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, informou que o cidadão não terá direito a indenização por munição entregue. Ele explicou que a legislação atual não prevê o ressarcimento para entrega de munição, somente para armas. A campanha do desarmamento deve durar até o final do ano.



Que bom desarma o cidadão e o bandido não.....quem sabe com essa campanha possam comover os bandidos a entregarem suas armas também...
 
valmir Nogueira em 19/04/2011 08:27:43
SE NA OUTRA VEZ, MESMO DANDO O cpf, O GOVERNO DEU O CALOTE, FICANDO MESES PARA PAGAR A MISERA INDENIZAÇÃO. E ENTRAGANDO NOSSAS ARMAS, DE PESSOAS HONESTAS, SÓ VÃO FICAR OS BANDIDOS ARMADOS, E QUEM VAI NOS DEFENDER? AQUI NO ESTADO DE MS, QUANDO LIGAMOS PARA O 190, APÓS HORAS E MUITAS DAS VEZES NEM APARECEM PARA VERIFICAR O CHAMADO. ALEGAM NÃO TEREM COMBÚSTIVEIS.
E QUEM GARANTE QUE MINHA ARMA ENTREGUE, NÃO SERÁ VENDIDA OU DOADA AOS BANDIDOS PARA ME ASSALTAREM FUTURAMENTE. FUI TÃO ENGANADO, QUE NÃO DÁ PARA CONFIAR EM PROMESSAS DE POLITICOS.
PREFIRO FICAR COM A MINHA E ME DEFENDER COMO POSSO.
 
Kamél El KADRI em 19/04/2011 08:16:21
É bem provável que vai ter bandido entregando sucatas enferrujadas e pegando os NOSSOS trezentão pra comprar munição. Eita inteligência rara...
 
Gilson de Oliveira Coelho em 18/04/2011 10:01:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions