A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

27/05/2011 13:05

UFMS tem campus novo, mas suspende oferta de vagas em Bonito

Vanda Escalante

Prédio foi construído para atender cursos com baixa procura, enquanto Campo Grande vive sucateamento das instalações.

Campus de Bonito, inaugurado em novembro de 2010. (Foto: divulgação)Campus de Bonito, inaugurado em novembro de 2010. (Foto: divulgação)

A UFMS (Universidade Federal de mato Grosso do Sul) suspendeu, a partir de 2011, a oferta de vagas para os dois cursos que funcionam no campus de Bonito: o curso de Administração e o de Turismo e Meio Ambiente. De acordo com a assessoria de imprensa da UFMS em Campo Grande, o motivo da suspensão foi a falta de demanda, mas o diretor do campus, professor Noslin de Paula Almeida, a situação de baixa procura ocorreu apenas com o curso de turismo e Meio Ambiente.

De acordo com o diretor, o campus de Bonito abriga hoje 143 alunos. Cada um dos cursos tem duas turmas, que, segundo informou a UFMS, têm garantida a conclusão do curso. No último ingresso de alunos novos, no vestibular de inverno do ano passado, o curso de Administração teve as 60 vagas preenchidas. No curso de Turismo e Meio Ambiente ingressaram 18 alunos novos e outros 14 entre portadores de diploma e transferidos de outras instituições.

O campus tem ainda nove professore e seis funcionários técnico-administrativos. De acordo com o professor Noslin, a unidade de Bonito opera dentro da normalidade, embora haja uma “certa expectativa” quanto ao destino que será dado ao campus. Na UFMS, a informação é de que será feito um estudo (sem data para realização) para avaliara situação e definir o destino da unidade de Bonito.

Instalações – Integrando o Reuni (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais), o campus de Bonito foi implantado em 2009 (junto com os campi de Naviraí e Ponta Porã) e foi inaugurado em novembro de 2010.

Com capacidade de atendimento para 520 alunos em cada turno, o campus de Bonito tem infraestrutura adequada para atender as atividades de ensino, pesquisa e extensão. São oito salas de aulas com capacidade para até 60 acadêmicos cada uma, biblioteca, laboratório de informática, salas administrativas, auditório com capacidade para 100 lugares e demais instalações para acomodar toda a estrutura pedagógica e administrativa do campus.

Salas de aula têm capacidade para 60 alunos. (Foto: divulgação) Salas de aula têm capacidade para 60 alunos. (Foto: divulgação)
Instalações novas abrigam cursos com oferta de vagas suspensa. (Foto: divulgação)Instalações novas abrigam cursos com oferta de vagas suspensa. (Foto: divulgação)

Histórico – A unidade da UFMS em Bonito iniciou suas atividades no ano letivo de 2009, oferecendo os cursos de Administração e Turismo e Meio Ambiente no período noturno, com o montante de 120 vagas, sendo 60 para cada curso. Inicialmente foi utilizado o espaço físico da Escola Municipal João Alves da Nóbrega e posteriormente as atividades foram transferidas para a Escola Municipal Professora Durvalina Dorneles Teixeira. A Prefeitura Municipal de Bonito cedeu então uma área de 4,5 hectares para a construção da unidade.

Até dois anos antes, Bonito contava também com dois cursos superiores, ofertados por uma instituição particular (a Iesf – Instituição de Ensino Superior da Funlec), que encerrou as atividades no município no ano de 2007. Os cursos ofertados eram nas mesmas áreas que os atuais: eram o curso de Administração Rural e o de Turismo. Mas, de acordo com o diretor do campus da UFMS, poucos dos atuais estudantes dos cursos ofertados pela Federal são oriundos da Iesf.



O pior é ver que o tempo passou, são anos sem novos cursos e ainda está em construção um Campo de Futebol, onde educação, novos alunos e nada de SISU.

Uma vergonha nacional, e pena que ninguém luta por nada neste Estado, as pessoas vê tudo e fica parado, como viado no mato, sem reação.

Mas com certeza, campo de futebol, todos devem estar bem animado. Compra a sociedade com bola e educação e novos alunos não existe.
 
Leandro Neto em 17/01/2013 19:54:29
Mico?!
Penso que não hein, a federal já vem acumulando méritos.
E como tudo aqui neste ESTADO NINGUÉM se levanta
Claro que não tem planejamento, nem há verbas.
O histórico desta federal e lamentável, inventam mil motivos pra fazerem o pior.
O curso de direito da federal éo segundo curso mais concorrido e sequer há professores, são professores de faculdades particulares que prestam solidariedade ao descaso do governo, como alunos de semestres avançados que dão aulas.
Mil desculpas são dadas, cabe aos acadêmicos fazerem algo ficarem indignados e “gritas” aqui pouco vai adiantar.
Já foram e muitas as greves na federal de Ms e pouco adiantou isso na capital agora imagina em Bonito que o campus mal tem estrutura, concorrência é nula...
Qual o problema da UFMS a péssima administração .
Considerada umas das piore federais do Brasil, somente salva o curso de biológicas que recebe incentivos de fora e de ADM –CAMPO GRANDE que só perde para FGV...
É um absurdo mais é a realidade, enquanto haver somente proclamações de indignação
O estado caminha assim ruim aqui, péssimo ali..etc.
Salve salve a melhor particular do centro oeste ao menos isso esse Estado tem!!!!
 
Daiane Jacon em 04/06/2011 11:12:38
E com grande pesar que vejo um sonho da comunidade bonitense se transformar em mais um elefante branco...
COMUNIDADE MOBILIZADA NÃO PODE DEIXAR FECHAR, façam apitaço, panelaço, coloquem nariz de palhaço e saiam às ruas!
Queremos, biologia e direito no campus de Bonitooooooooooo, JÁ!!!!!!!!
 
Adriana Braga em 30/05/2011 11:53:26
Faço Administração no Campus de Bonito e sou favorável que a universidade implante mais cursos aquí como Pedagogia, Biologia e outros ao invés de encerrar suas atividades.
 
Dilmar Coelho Taveira em 30/05/2011 03:54:33
É BEM VERDADE Q NÃO HOUVE UMA PREOCUPAÇÃO QTO AOS CURSOS A SEREM OFERECIDOS AQUI EM BONITO ,MAS A TURMA DE ADM É GRANDE NÃO SÓ EM NÚMERO MAS EM POTENCIAL , PERSEVERANÇA E OTIMISMO POIS ACREDITO Q LUTAREMOS ATÉ ONDE PUDERMOS PARA Q A MESMA OPORTUNIDADE Q NOS FOI OFERTADA NÃO SEJA NEGADA AOS NOSSOS PARES.PARA ISSO TORNA SE NECESSÁRIA A INTERVENÇÃO DAS AUTORIDADES LOCAIS PREOCUPADAS COM TAL SITUAÇÃO.
 
ROSA APARECIDA AIVI em 28/05/2011 04:22:47
Iniciamos em 2009 com muitas espectativas por estar estudando em uma universidade federal, mas com o passar desses dois anos as espectativas viraram decepção. Estamos todos indignados com a situação, pois não sabemos ao certo qual será o futuro de nosso campus!
 
Eli Sandro Sanches Cardoso em 28/05/2011 03:10:47
Como universitário do campûs de Bonito, estou indignado com tal postura do governo Federal. Isso é um desrespeito com nós acadêmicos de Administração, uma das lições que aprendemos nesse curso é primeiramente planejar, o que o governo não fez.
 
Maycon Alberto Heck em 27/05/2011 09:21:53
A formação de um bom acadêmico se faz com um local digno de estudo o predio do Câmpus de Bonito, mas fica uma pergunta no ar? o que acontecerá com o câmpus, após a ultima turma terminar os seus respectivos cursos quanto Administração e Turismo.
 
Alfredo Riquelme Martins em 27/05/2011 09:14:16
Fico triste porque fiz planos para o futuro da minha filha que esta no 7º ano , estou cursando o ultimo ano de pedagogia em Jardim, é difícil se deslocar daqui para estudar em outra cidade, não quero que minha filha passa por isso.
 
jaira cézar em 27/05/2011 08:22:03
Decisões tomadas em surdina... É o resumo da história... Quando finalmente o Campus de Bonito ingressaria no Sistema Unico de vagas para Universidades publicas, Decidiram em reunião de porta fechada não cadastrar os cursos oferecidos no Campus de Bonito-MS. A primeira chance de divulgar os cursos oferecidos GRATUITAMENTE a nivel Nacional, teve como definição freiar toda e qualquer iniciativa de divulgação ou consolidação do Campus. Afinal, colar planfetos nas cidades vizinhas se mostrou muito eficaz na captação de novos academicos, pqrq que divulgar os cursos oferecidos a nivel nacional? O Curso de Turismo e Meio Ambiente apesar de contar com um numero menor de academicos, foi o que mais atraiu estudantes de outros estados, gerando divisas para o municipio como aluguéis, alimentação, mobiliário, quanto o curso de Administração apenas atraiu moradores locais e de cidades vizinhas, que se deslocam diariamente para cursar uma Universidade Federal, com um fim ja determinado, poucos são os motivos para a conclusão dos cursos, professores sem expectativas, alunos certos do fim em no maximo 03 anos, é a realidade da administração de conveniencia, quem sabe se o curso de Turismo realmente for aberto em Campo Grande o mistério do fechamento por boicote do Campus de Bonito não se revele??
 
Nuno Filipe em 27/05/2011 08:05:06
Uma cidade com um campus universitário federal ou até mesmo estadual não precisa exatamente ter haver com a economia local, ou ser uma cidede com alguma influencia, pois o curso é gratuito, apenas é necessario incentivos para o estudante ir estudar no local, pois se ha cursos que atraem o estudante, em pouco tempo a cidade se torna um polo academico (cidade universitaria), como aconteceu com chapadão, paranaiba, etc e ira acontecer com navirai, ponta porã e se ouver algum, minimo que for, esforço publico, com Bonito tambem, pois quem não quer estudar em um lugar tão belo como Bonito!! As coisa aqui são mais caras apenas para turistas, o resto é como em qualquer cidade do interior.
 
João Luís Flores em 27/05/2011 04:31:21
Academico do Curso de Administração do Campus de Bonito, demonstro minha total indignação com a UFMS, que simplesmente abandonou o campus, nossa diretoria faz o possivel para manter tudo normalmente, mas fica dificil estudar com boas perspectivas em um campus sem rumo. Quando larguei o curso de Matematica na UFMS no campus de Campo Grande, e mudei para Bonito (apenas para cursar administração) havia uma grande expectativa minha e de muitos academicos, em ver nossos calouros a cada ano aumentando nosso campus, e o mais dificil de acreditar, é que apesar de haver demanda, a UFMS usa deste argumento para abafar o caso. Vou me formar aqui neste campus, mas posso dizer que é muito frustrante se formar na primeira turma de uma campus que só terá duas, e que nem sequer teve esforço do poder público para continuar!
 
João Luís Flores em 27/05/2011 04:17:35
Que mico.
Um enorme investimento deste e nem mesmo metade do total de 540 alunos estão estudando!!!
Será que não estavam certos aqueles que defendiam que o campus fosse para Jardim (cidade melhor localizada) do que Bonito (fim de linha).
Apesar da promessa do asfalto para Bodoquena, a cidade de Bonito não liga coisa alguma a lugar nenhum, mesmo depois do prometido asfalto.
Aliás, deveria ser melhor aproveitado o potencial daquela cidade para implantar cursos mais realistas com o lugar, como cursos, ainda que técnicos, para formação de profissionais de hotelaria, restaurante, culinária, gestão de hoteis, etc.
Verifiquem outras cidades turisticas que conta com faculdades e verao que os cursos se baseiam também no potencial regional.
Sugestão: águas de lindóia, sp.
BOA SORTE.
 
antonio joao ribeiro em 27/05/2011 04:04:53
Bonito precisa de cursos mais interessantes como engenheria, direito,e outros na area de educação. è só implantar e verá se decola ou não. Não é possível que vão fechar uma universidade federal. UM feito desse é para entrar na história.
 
maria aparecida em 27/05/2011 03:52:55
Isso não é sério.
 
Rony Moraes em 27/05/2011 02:22:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions