A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/05/2011 14:48

Em meio a prédio sucateado, alunos de Arquitetura da UFMS colocam a mão na massa

Paula Vitorino

Curso funciona em espaço de antiga biblioteca, sem salas de aula adequadas e até lousas

Buraco é vista para os estudantes de Arquitetura da UFMS. (Fotos: João Garrigó)Buraco é "vista" para os estudantes de Arquitetura da UFMS. (Fotos: João Garrigó)

Há 10 anos o curso de Arquitetura e Urbanismo da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) vive adaptando-se em prédios improvisados no campus da Universidade, reclama a coordenação e os acadêmicos, que frequentemente realizam mutirões para adequar os espaços cedidos para as aulas.

A denúncia é mais uma para a lista de acusações feitas também por alunos de História e de Direito sobre abandono, má administração, falta de professores e outras situações esdrúxulas, que têm como alvo a reitoria.

Desde 2009, as disciplinas do curso de Arquitetura são ministradas no prédio da antiga biblioteca da Universidade. O espaço está sucateado, com infiltrações, banheiro improvisado em meio a uma cozinha, fios de alta tensão soltos, salas sem lâmpadas e janelas quebradas. Pontos do prédio também são usados de depósitos de materiais da Universidade.

Quatro salas de aulas foram acomodadas no local, mas metade delas está sem lousa, refrigeração e até mesmo cadeiras e carteiras apropriadas.

As divisões das salas foram feitas dentro do espaço com espécies de tapumes e a acústica das aulas é compartilhada por professores e alunos de diferentes turmas. Na tentativa de diminuir o problema, os estudantes colocaram caixas de ovo no teto e nas paredes.

Antiga biblioteca virou sala de aula improvisada. Antiga biblioteca virou sala de aula improvisada.
E alunos dividem espaço com depósito de materiaisE alunos dividem espaço com depósito de materiais

A estudante do 4° ano, Arielle Nogueira, de 22 anos, conta que até as paredes foram pintadas pelos próprios acadêmicos, mas as infiltrações já estragaram toda a obra. Até um pequeno jardim foi improvisado ao lado do prédio pelos acadêmicos.

“Até pranchetas para as carteiras nós fizemos. Nada do que é obrigação do aluno a gente tem que fazer se quiser ter um espaço um pouco melhor e todos os materiais são comprados com dinheiro do nosso próprio bolso”, afirma o estudante do 5° semestre, Alan Eidi Matsuda, de 22 anos.

Toda a verba utilizada para as adequações no espaço é resultado de ações desenvolvidas pelos estudantes, como o ArqFest, que recepciona os novos acadêmicos. O evento sustentou durante os dois últimos anos os mutirões realizados no prédio.

“Esse ano os acadêmicos já estavam cansados de gastar nosso dinheiro com o prédio. Além disso, a reitoria prometeu que iria iniciar as obras”, afirma.

A estudante Jessica Almeida, de 20 anos, ainda denúncia a falta de segurança ao redor do prédio. “Aqui fica tudo escuro. Se sair sozinha corre o risco de ser abusada. E não temos janelas também”, diz.

Sala sem lousa, apenas um  dos problemas na UFMS.Sala sem lousa, apenas um dos problemas na UFMS.

Prejuízos - A coordenadora do curso de Arquitetura e Urbanismo, Juliana Couto Trujillo, diz que falta estrutura para as atividades práticas que o curso exige, mas garante que os professores tentam ao máximo desempenhar suas atividades sem que haja algum tipo de prejuízo.

“É só olhar para ver a situação que estamos. Falta até limpeza e como a sala dos professores fica em outro prédio, porque aqui não tem uma sala para isso, nós não temos como acompanhar os serviços. Aqui não tem telefone, internet e nem uma estrutura mínima necessária”, diz.

Segundo a coordenação, o pedido de lousas foi feito em dezembro de 2009, mas até o momento nada foi feito.

A aluna do 2° ano, Fernanda Silva, de 21 anos, denuncia que aulas fundamentais como de construção de maquetes foram improvisadas, “aprendemos por conta”.

 Em meio a prédio sucateado, alunos de Arquitetura da UFMS colocam a mão na massa

A professora ressalta que os alunos só querem o mínimo. “A gente não pede nem um prédio novo, mas que a reforma seja feita de forma adequada. Temos consciência de que tudo demora e de que a reitoria tem conhecimento das nossas necessidades, mas fica praticamente impossível dar aula nessas condições”, diz

O acadêmico Alan informou que o curso encaminhará na próxima semana um ofício a reitoria da Universidade pedindo uma reunião para que sejam apresentadas as necessidades do curso.

“Também deixamos um convite para a nossa reitora, que venha visitar nossas instalações e ver com os próprios olhos nossa situação”, disse Alan.

A reportagem procurou a UFMS para responder as denúncias de sucateamento, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno.

Acadêmicos de Direito fazem protesto silencioso amanhã, contra abuso de professores
Manifestação será no bloco VI da UFMSAcadêmicos do curso de Direito da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) fazem nesta terça protesto ...
Comparação estranha
A visita da pedagoga Cris Poli à Câmara Municipal de Campo Grande ontem rendeu muitos trocadilhos e brincadeiras. Famosa por apresentar o programa Su...
UFMS realiza segunda reunião para discutir segurança no campus da Capital
A comissão de segurança organizada pela administração da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) para discutir a situação da insegurança no...


Não era de se esperar outra coisa desde que a primeira gestão do Peró, o barco chamado UFMS começou afundar lá...Essa reitora é do mesmo grupo dele ou seja apoiada por um grupo de professores que não querem nada com a verdadeira vida acadêmica, ou seja, nada pesquisa, extensão e prepara aulas decentes...Sem dizer dá má gestão, da falta de compromisso coma a educação pública de qualidade. É lamentável o que esta acontecendo na UFMS sob o olhos de todos, é só dar uma volta pelo campus e comprovar o total abandono que se encontra a universidade...Sábio foram os professores de Dourados que se separaram e criaram a UFGD que cresce a olhos vistos...
 
Joao de Deus em 26/05/2011 08:24:26
É uma vergonha mesmo, todos estão voltados para o aquário com cara de nave espacial, enquanto os alunos estudam em péssimas condições!
 
Mariana Coletti em 25/05/2011 10:31:04
parabens aos alunos que estao tentando concertar um bem pra si proprio que lhe tras beneficio pois se todos agissem assim e nao ficassem so esperando o governo muito das coisas iriam mudar eu estudo em universidade particular e se tivesse a oportunidade de estudar na federal eu algo iria fazer para melhorar o ambiente nem que seja uma limpeza ajudar em consertos ou ate mante-los.
 
marta lopes em 25/05/2011 09:55:29
orçamento pra UFMS tem. O negócio é que a administração não os repassa, nem os investe adequadamente. Basta ter em mente que a UFMS está entre os cinco orgãos públicos com maior orçamento do estado, sejam eles de origem federal ou estadual.
 
Daniel Francelino em 25/05/2011 09:39:54
é uma vergonha ,Sra.Reitora!
 
marcos araujo em 25/05/2011 08:18:07
Maria Souza
Hehehhehe é universidade particular tem tudo mesmo , mas como já foi dito sempre tem um desempenho bem pior que as públicas nas avaliações....
Sempre defendi o ensino superior público me formei na UFMS inclusive, há muita coisa errada na instituição mas não tenha a menor dúvida que entre um aluno formado por lá e outro formado por qualquer outra faculdade daqui do estado(unaes,uniderp,ucdb,facsul,estácio) o aluno da UFMS mesmo sem estrutura, professores, segurança e afins é 10 vezes melhor que o da particular....
O UFMS precisa ser melhor administrada, pois sem dúvidas é lá que se encontram os melhores cerébros desse estado.
 
Roberto Inzagaki em 25/05/2011 08:12:34
Atualmente vemos que as verbas repassadas são muitas más o que estão fazendo com essas verbas que não chegam na federal!
Precisamos abrir nossos olhos porque verbas para arrumar são repassadas agora se não repassam pra universidade precisa ser Apurado.
 
Lucas Melo em 24/05/2011 08:52:40
A situação encontrada no prédio da UFMS mostra mais uma vez o descaso do governo em relação a educação no Brasil. Atualmente tanto as faculdades quanto as escolas sofrem com esse tipo de situação, a falta de professores, estrutura, segurança e até mesmo a falta de respeito para com os estudantes tem se tornado rotina no território brasileiro.
Situações como essas que ocorrem na UFMS, só servem para mostrar que as promessas feitas por vários políticos durante suas campanhas ficaram somente em palavras vagas e jogadas ao vento, pois até hoje depois de quase 6 meses de um novo governo em nosso país nada foi feito para a melhoria da educação nas instituições onde o governo tem a obrigação de fazer tudo para que elas se tornem as melhores em ensino e estrutura, pois um ensino de qualidade sem uma estrutura boa, é como um pintor sem suas tintas, não se pode fazer nada para expressar as suas idéias e muito menos expressar o seu conhecimento pois não tem seu material de trabalho, por isso além da qualidade de ensino as faculdades também tem que ter qualidade em sua estrutura.
 
Aorimar Junior "C.A.J.E" em 24/05/2011 08:08:02
Olá! A ÁGUA é um bem precioso e precisa ser preservado!!!!!!!! Os banheiros perto do corredor central precisam de conserto URGENTEMENTE! Há grande quantidade de VAZAMENTOS, muitas torneiras que não fecham direito... Precisa ter um serviço de MANUTENÇÃO e eu digo isso pq penso que ajudaria a Univ. Federal a economizar recursos públicos.
Obrigada.
Cláudia
 
Cláudia Manoela Gomes Soarez em 24/05/2011 05:34:11
Minha reclamação é sobre a limpeza e quero relatar um fato acontecido no início deste mês. Por vários dias, um gato morto permaneceu a céu aberto, exalando forte mal cheiro. O animal estava jogado na calçada esburacada, próximo à entrada do bloco VI.
Gostaria que a limpeza melhorasse na UFMS, pois trata-se de uma questão de saúde pública.
 
Maria Cleusa Souza Pereira em 24/05/2011 05:17:50
Apesar de toda a falta de estrutura a UFMS SEMPRE se da MUITO melhor que as particulares nos ENADES e oabs da vida .....porque será?
Os alunos merecem respeito eles são o diferencial da instituição!
 
Carlos Brandao em 24/05/2011 05:06:39
Caro Juliano. Nada contra seus argumentos, até concordo que quando se tem vontade política e comprometimento com o cidadão a verba aparece, o que não é o caso. Mas só para elucidar: o Aquário será construído com recursos exclusivamente do Estado de Mato Grosso do Sul. Já a UFMS é custeada, ou deveria ser, pelo Governo Federal. Tem que falar é com a Terrorista Dilma. Os Deputados Federais, por nosso estado, deveriam reivindicar junto ao Ministério em Brasília, mas onde estão? Eu não sei, vc sabe?
 
Camila Barbosa em 24/05/2011 04:57:42
É nessas horas que eu tenho orgulho de dizer: AINDA BEM QUE A MINHA FACULDADE É ***PARTICULAR***. Temos salas, professores, AULA, ar condicionado e SEGURANÇA!!!
 
Maria Souza em 24/05/2011 04:54:55
Isso é uma vergonhaa!!!! Onde está o $$ que o governo federal repassa para a UFMS? Onde está a Controladoria da União, Tribunal de Contas da União .. ? Nada de fiscalização? O que o reitor tem a dizer a esse respeito? Os acadêmicos da UFMS são verdadeiros sobreviventes, verdadeiros autodidatas, pq esperar alguma coisa do Poder Público ! Fala sério!
 
Camila Barbosa em 24/05/2011 04:52:56
A idéia de que não existem recursos e não existem condições para os alunos na nossa universidade federal é lenda. Serve de exemplo o prédio da reitoria, que possui elevadores e inclusive monitoramento por câmeras de segurança (lembrem do caso da menina que foi violentada nas proximidades do DEA por falta de agentes). Anos atrás quando comecei meu curso recebi um folheto da equipe de segurança da federal pedindo apoio no pedido de contratações. O folheto dizia, que em toda a sua existência o número de funcionários para segurança só reduzia e a federal só aumentava. Toda essa história para dizer e comprovar o quanto os responsáveis pela administração da UFMS respeitam os alunos da nossa federal que dizem "serão o futuro da nação", Existe muita coisa a ser feita e será feita acredito, mas é preciso reclamar e pedir por isso, vou mais além é preciso lutar por isso.
 
Adriano kobayashi em 24/05/2011 04:27:56
O negócio queridos academicos é virar peixe, pois no aquário tem recursos de sobra!
 
JULIANO MACEDO em 24/05/2011 04:12:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions