A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Janeiro de 2018

29/05/2015 09:05

Contaminada na Colômbia, mulher de 52 anos é o 2º caso de chikungunya

Ricardo Campos Jr.

Exames laboratoriais descartaram presença do vírus da Chikungunya em 36 pacientes de Mato Grosso do Sul e confirmaram, durante a última semana, o segundo caso da doença no estado. Conforme relatório da SES (Secretaria de Estado de Saúde), divulgado nesta quinta-feira (28), ainda existem 73 casos sob investigação.

Segundo a assessoria de imprensa do governo, a paciente foi contaminada durante viagem à Colômbia no fim do ano passado. Todo o tratamento dela foi realizado em hospital particular.

Campo Grande abriga não apenas o único caso confirmado da doença no estado, mas também 50 pessoas com indícios de infecção pelo vírus. Na cidade já houve 43 suspeitas descartadas, sendo 25 por meio de exame e 18 pelos sinais clínicos dos pacientes.

Paranhos, Corumbá e Aparecida do Taboado têm quatro casos notificados cada. Em Maracaju, duas pessoas apresentaram os sintomas. Angélica, Brasilândia, Chapadão do Sul, Costa Rica, Dourados, Iguatemi, Porto Murtinho, Rio Verde de Mato Grosso e São Gabriel do Oeste tiveram um casos suspeito cada.

Tanto a dengue como a chikungunya são transmitidas pelo mesmo mosquito, o Aedes aegypti. Apesar de não ser tão agressiva como a primeira, os sintomas dos pacientes infectados podem durar anos.

Existe a suspeita da doença quando a pessoa tem febre de início súbito maior que 38,5°C e dor intensa nas articulações de inicio agudo, acompanhada ou não de inchaço, não explicada por outras condições, sendo residente ou tendo visitado áreas onde estejam ocorrendo casos suspeitos até duas semanas antes do início dos sintomas ou que tenha vínculo com algum caso confirmado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions