A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/04/2008 17:26

Contrato de sistema policial venceu há meses

Redação

Está vencido desde novembro do ano passado o contrato do governo de Mato Grosso do Sul com a empresa Compnet, que desenvolveu o sistema Sigo (Sistema Integrado de Gestão Operacional), que, desde 2005, é usado para gerenciar as informações nas forças de segurança do Estado. Nesta semana, o sistema apresentou problemas por dois dias consecutivos, na terça e nesta quarta, chegando a impedir o registro de boletins de ocorrência no dia 1º.

A empresa que criou o sistema, a Compnet, afirma que os problemas nada tem a ver com o fato de o contrato estar vencido. Segundo um dos proprietários da empresa, Adriano Aparecido Chiarapa, a pane que ocorreu ontem e a de hoje foi decorrente de situações passíveis de ocorrer em qualquer sistema de informática. Segundo ele, apesar do contrato vencido, a Compnet continua disponibilizando a equipe de manutenção do sistema, de 16 pessoas, mesmo sem pagamento.

O secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, ao ser indagado sobre o assunto nesta tarde, informou que o governo não decidiu ainda o que fará. Segundo ele, foi solicitado à PGE (Procuradoria Geral do Estado) um estudo para avaliar o contrato firmado com a Compnet.

Histórico - O contrato foi firmado em 2005, no governo Zeca do PT, e estabeleceu o pagamento de R$ 239 mil pelo licenciamento do software. A partir do ano seguinte, a empresa passou a receber um valor mensal pela manutenção. O valor atual não informado, mas, conforme Chiarapa disse ao Campo Grande News, em 2006 ele era de R$ 39 mil.

Segundo o empresário, quando o software foi vendido ao Estado, houve licitação e outras empresas participaram, e a Compnet saiu-se vencedora.

Chiarapa diz que está mantendo os serviços

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions