A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

19/07/2011 14:29

Corregedoria estuda mutirão para desafogar casos de varas bancárias

Fabiano Arruda

A Corregedoria-Geral do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) estuda realizar mutirão para solucionar problemas de morosidade das Varas Bancárias do Estado.

A questão foi levantada em reunião entre o presidente da OAB de Mato Grosso do Sul, Leonardo Duarte, e o corregedor-geral de Justiça, desembargador Atapoã da Costa Feliz.

O assunto foi discutido no encontro por conta da lentidão de alguns setores do Judiciário diante de reclamações recebidas pela OAB/MS a respeito da morosidade principalmente das Varas Virtuais de Direito Bancário.

Em janeiro deste ano a OAB já havia informado o problema ao TJ/MS.

À época, o órgão enviou ofício e relatou que as Varas Virtuais de Direito Bancário e de Sucessões “são, de longe, aquelas que mais provocam reclamações dos advogados. Das queixas mais frequentes recebidas em relação a elas, estão a lentidão excessiva nos trâmites dos processos e a demora no atendimento”.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...



QUE RESPEITEM, OS DEVIDOS PROCESSO LEGAL.
QUE OS JUIZES, RESPEITEM OS PRINCIPIOS DA IMPARCIALIDADE.
ERRADICAÇÃO DA PROBREZA, O PLENO EMPREGO. A MELHOR DISTRIBUIÇÃO
DE RIQUEZA.
AQUI NO ESTADO DO MATO GROSSO DO SUL, SOMENTE O BANCO QUE TEM VEZ E VOZ.
CHEGA DE MONOPOLIO. EM CONFORMIDADE COM O CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO.


 
ISRAEL HERRERIAS COLUCE em 20/07/2011 09:02:14
O nosso Tribunal de Justiça deveria realizar mutirão para resolver casos de homicídios, violência doméstica, entre outros que atingem diretamente nossa população, atender instituições bancárias é um absurdo!!!!
 
Ricardo Ximenes em 19/07/2011 07:25:29
no meu ponto de vista,é muito dificil lidar com questões bancárias,uma vez que os bancos querem ganhar muito em cima de uma desgraça de devedor que não conseguiu honrar os compromisso,tem aquilo que se chama c omposição,é só o banco lembrar que ele está gnhando muito e abrir mão de uma parte.parcelar a outra e ajudar o bom cliente sair do sufoco, mas não, os banco colocam o devedor mais no sufoco ainda,ficamos sabendo de um suicidio esta semana então tinha muito a ver....
 
paulo pereira em 19/07/2011 05:28:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions