A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

23/08/2018 11:45

Em 8 meses, MS confirma 166 casos de febre chikungunya; aumento de 219%

Mesmo período em 2017, notificou 288 casos e confirmou 52

Danielle Valentim
Inchaço agudo nas articulações é sintoma da doença. (Foto: Reprodução/Internet)Inchaço agudo nas articulações é sintoma da doença. (Foto: Reprodução/Internet)

O boletim epidemiológico semanal da SES (Secretária Estadual de Saúde), divulgado nesta quarta-feira (22), aponta que de janeiro até ontem, quarta-feira (22), Mato Grosso do Sul confirmou 166 casos de febre chikungunya. O número de resultados positivos é 219% maior, que o mesmo período em 2017, quando 52 casos haviam sido confirmados.

A reportagem do Campo Grande News comparou o levantamento de casos de dengue da 34ª semana de 2017, que seguiu de janeiro a 30 de agosto, com dados do início do ano de 2018 até ontem, 22 de agosto.

A notificação - Para se tornar um caso suspeito, o paciente tem de apresentar febre de início súbito maior que 38,5°C e dor intensa nas articulações de inicio agudo, acompanhada ou não de inchaço.

Além disso, outro ponto avaliado é se o paciente é reside ou visitou áreas onde estejam ocorrendo casos suspeitos até duas semanas antes do início dos sintomas ou que tenha vínculo com algum caso confirmado.

Veja a tabela de comparação:

(Foto: Reprodução/SES)(Foto: Reprodução/SES)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions