A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

18/07/2018 09:48

Em quatro roubos, quadrilha levou 10 caminhões para a fronteira

Nesta terça-feira foram presos Sérgio Vinicuis Candia e Júnior César do Nascimento por envolvimento nos crimes

Geisy Garnes e Bruna Kaspary
Dupla foi preso nesta terça-feira pela Defurv (Foto: Bruna Kaspary)Dupla foi preso nesta terça-feira pela Defurv (Foto: Bruna Kaspary)

Em quatro casos, quadrilha especializada no golpe de falso frete, levou dez caminhões roubados para o Paraguai. Preso pela Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) nesta terça-feira (17), Sérgio Vinicuis Cândia, de 26 anos, foi apontado como o articulador dos assaltos e responsável por “contratar” as vítimas.

Sérgio e Júnior Cesar do Nascimento, de 22 anos, foram presos na manhã de ontem, durante operação para cumprir quatro mandados de prisão preventivas e seis mandados de busca e apreensão na casa dos suspeitos. A dupla foi localizada, mas outros dois investigados - Admar Oliveira Augusto e Antônio Oliveira Augusto - não foram encontrados.

De acordo com a delegada Aline Gonçalves Sinott Lopes, o grupo é investigado pela delegacia especializada desde fevereiro. Em todos os crimes a quadrilha contratava as vítimas para fazer o transporte de cargas, ou seja, mais de um caminhão a cada golpe e mantinham os motoristas reféns até que os veículos fossem levados para o Paraguai.

“Eles [motorista] eram mantidos em cárcere para que não denunciassem o roubo, porque se o caminhão fosse parado teria uma restrição de furto e roubo facilmente identificada”, explicou a delegada.

A cada crime, novos integrantes da quadrilha eram chamadas para participar do roubo, transporte e cárcere das vítimas. Conforme a delegada, os mentores do crime “recrutavam” pessoas que tinham dívidas de drogas com eles ou que precisavam de dinheiro.

Nos quatro roubos em Campo Grande, Sérgio foi apontado como o articulador da quadrilha e o responsável por “contratar” as vítimas. Ele ainda foi identificado como autor de uma tentativa de roubo em Rio Negro, na sexta-feira (13). Pelo o crime, acabou detido, mas foi liberado horas depois.

“Como os presos não se conheciam, não souberam falar a participação de cada envolvido e por falta de provas acabaram liberados”, contou a delegada. Na casa de Sérgio a polícia ainda apreendeu um Golf, apontado pela vítima de sexta-feira como o veículo usado para fazer o serviço de “batedor” do caminhão roubado.

Já Júnior César foi identificado como um dos envolvidos no roubo de dois caminhões no mês passado. No dia 27 de junho, a quadrilha rendeu dois motoristas e os mantiveram reféns por seis horas em um matagal, na saída para Rochedo, zona rural de Campo Grande.

Segundo a polícia os motoristas foram até uma fazenda às margens da rodovia MS-080, atendendo a um anúncio falso feito pela internet que solicitava o frete para levar um carregamento de madeira para cercas, da Capital até os estados de Minas Gerais e São Paulo.

Depois de liberadas as vítimas procuraram a polícia, que conseguiu interceptar um dos caminhões roubados e prender Robson Marques Tiago, de 34 anos. Com ele também estava outro suspeito que fugiu em meio a uma mata. Já a outra carreta foi encontrada pela Polícia Militar abandonada na saída para Sidrolândia.

Pelo menos 12 pessoas já foram presos por envolvimento nos crimes. Ainda conforme a delegada, um dos foragidos era o proprietário de uma residência que servia como “ponto de apoio” para os bandidos responsáveis por levar os caminhões para a fronteira. O caso segue em investigação.

Suspeitos foram apresentados pela polícia nesta manhã (Foto: Bruna Kaspary)Suspeitos foram apresentados pela polícia nesta manhã (Foto: Bruna Kaspary)
Veículos apreendidos com os suspeitos (Foto: Bruna Kaspary)Veículos apreendidos com os suspeitos (Foto: Bruna Kaspary)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions