A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Junho de 2017

03/10/2014 17:04

Substância cancerígena presente na gasolina é tema de campanha

Liana Feitosa

Para alertar motoristas, frentistas, donos de postos de combustíveis e pessoas que entram em contato com a gasolina, a campanha “Não passe do limite” será realizada em Campo Grande no próximo dia 6, segunda-feira, para divulgar os perigos do benzeno.

As ações fazem parte do Dia Nacional da Luta contra a Exposição ao Benzeno, já que o componente evapora-se rapidamente, prejudicando a qualidade do ar e, consequentemente, a saúde de quem o inala. Quando o tanque é abastecido de forma automática pela bomba, a chance desse componente sair em forma de vapor é reduzida.

Ações - A primeira atividade do dia será uma panfletagem para distribuição de material informativo sobre o tema, às 9h, no posto Tereré, na Avenida Afonso Pena, próximo ao Shopping Campo Grande.

Das 13h às 18h, uma palestra será ministrada pelo coordenador geral da Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde, Jorge Mesquita Huet Machado, e haverá reunião técnica com os proprietários de postos de combustíveis e abastecedoras no anfiteatro do Colégio Dom Bosco, na Avenida Mato Grosso, 227, centro.

O assunto é tão sério que, segundo Gilson da Silva Sá, presidente do Sinpospetro/MS (sindicato laboral) existe uma lei estadual, de nº 4.574, que prevê severas punições aos postos que desrespeitarem a norma.

Perigos - A intoxicação por benzeno, por inalação ou aspiração de formas líquidas, pode causar bronquite, dificuldades respiratórias e até bronquiolites irritativas graves, com hemorragia, inflamação e edema pulmonar, podendo levar à morte. O cérebro e o fígado também podem ser atingidos. Além disso, o derramamento do combustível excedente do tanque no solo, além de sua evaporação no ar, também causam riscos ao meio ambiente porque gera contaminação da água e do lençol freático.

Abastecer o tanque “até a boca” também prejudica o automóvel. O combustível excedente é armazenado no canister, dispositivo feito para absorver vapores gerados durante o processo de abastecimento. Quando o canister entra em contato com combustível na forma líquida, ocasiona falhas no motor, risco de queima da bomba de combustível, danos à pintura e desperdício.

A campanha é uma iniciativa do FSSHT/MS (Fórum de Saúde, Segurança e Higiene no Trabalho no Mato Grosso do Sul), com apoio do Ministério Público do Trabalho, do SRTE/MS (Núcleo de Segurança e Saúde no Trabalho), do Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador), da Fundacentro (Fundação Jorge Duprat e Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho) e do Sinpospetro/MS (Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Mato Grosso do Sul), entre outras entidades que integram o Fórum.

Inscrições em seleção de estagiários do TJ em Naviraí terminam em julho
O TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) está com inscrição aberta para processo seletivo de estagiário de Direito. As vagas são para coma...
Prefeitura publica edital com convocação de candidatos aprovados em concurso
A secretária de Gestão, Maria das Graças Macedo, publicou na edição desta sexta-feira (dia 23) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) convocaç...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions