A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

30/05/2013 18:15

Espingardas, facões e foices foram apreendidos com índios em conflito

Nadyenka Castro e Aliny Mary Dias
Armas foram apreendias e levadas para sede da polícia (Foto: Vanderlei Aparecido)Armas foram apreendias e levadas para sede da polícia (Foto: Vanderlei Aparecido)

Três espingardas, facões, foices, arcos e flechas foram apreendidos com os 17 índios presos durante conflito com policiais federais e militares, nesta quinta-feira, na fazenda Buriti, em Sidrolândia, distante 71 quilômetros de Campo Grande.

As armas estão com a PF (Polícia Federal), onde também estão 14 indígenas. Os outros três são adolescentes e ficaram sob responsabilidade da Polícia Civil de Sidrolândia. Todos foram presos por desobediência. Entre eles há um que filmava o conflito. O equipamento sumiu.

Representantes da Funai (Fundação Nacional do Índio) e de ONGs (Organizações Não Governamentais) estão na Superintendência da PF e irão conversar com os indígenas, após depoimento deles.

O conflito na fazenda Buriti teve início pela manhã. Índios colocaram fogo na sede da fazenda e policiais federais e militares atiraram. Cinco pessoas ficaram feridas, uma delas, o indígena Oziel Gabriel, 35 anos, morreu.

Dos quatro índios que ficaram em observação no hospital, somente um ainda está lá. Ele aguarda vaga para atendimento ortopédico.

Três policiais federais ficaram feridos. No colete balístico de um deles foi encontrado um projétil. O colete foi apreendido e será periciado.

Os índios invadiram a fazenda Buriti no dia 15 de maio. A Justiça determinou que eles saiam da área.



Aqui em Roraima já vimos esse filme, e hoje varias pessoas de tinham sua terrinha seus porcos, suas galinhas viviam dignamente, hoje vivem como indigentes, e é sempre igual os índios usa as mulheres e as crianças na linha de frente, aqui em nosso caso os índios comandava a PF . Mas muitas vezes presenciei cenas que tive pena da falta de autonomia da PF, a DONA FUNAI era muito superior a tudo e todos., sou expulsa da Raposa Serra do Sol , nos não fomos indenizados e nem reacentados nem mesmo os acordos feitos com varios orgãos foram cumpridos ´´só a expulsão foi cumprida. Moto Grosso tem gente muita gente e se tever união vão conseguir mudar esse quadro vergonhoso que vivemos hoje , justiça para todos. direito humanos , para humanos direitos.
 
regina aparecida silva em 31/05/2013 13:28:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions