A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/03/2016 11:45

Estado vizinho acompanha Caravana da Saúde para ter projeto similar

Secretário-adjunto do MT participa de agenda em Aquidauana para ver como funciona projeto implantado há um ano em MS

Waldemar Gonçalves e Aline dos Santos
Governador em meio à população durante a Caravana da Saúde, neste sábado, em Aquidauana (Foto: Marcos Ermínio)Governador em meio à população durante a Caravana da Saúde, neste sábado, em Aquidauana (Foto: Marcos Ermínio)

O governo de Mato Grosso acompanha os trabalhos da Caravana da Saúde, implantada em Mato Grosso do Sul, para implantar iniciativa semelhante no Estado vizinho. A afirmação é do governador sul-mato-grossense, Reinaldo Azambuja (PSDB), feita em Aquidauana, no mesmo dia em que anunciou os próximos destinos do projeto: Dourados e Aquidauana.

Neste sábado (19), acontece o “dia D” da nona edição da Caravana da Saúde, no município pantaneiro localizado a 138 quilômetros da Capital. Segundo Reinaldo, serão 2,6 mil cirurgias e 5,5 mil consultas, fechando um trabalho que começou no dia 14 de março.

A Caravana da Saúde está completando um ano em março. Como ressaltou Reinaldo em discurso debaixo de uma tenda lotada em Aquidauana, o projeto nasceu do pedidos dos próprios eleitores, em 2014, que apontaram a saúde como área prioritária a ser melhorada em Mato Grosso do Sul.

Em Aquidauana, além de autoridades sul-mato-grossenses, acompanha os trabalhos Werley Silva Peres, secretário-adjunto de Saúde em Mato Grosso. A Caravana de Saúde servirá de modelo para o Estado vizinho, disse Reinaldo.

Ao falar sobre a agenda do projeto em Campo Grande, o governador falou que a expectativa é fazer 15 mil cirurgias na Capital. Além disso, por onde passa o projeto, o governo acaba deixando equipamentos e, de alguma forma, ampliando a rede local de saúde pública.

Governador com paciente que foi submetida a cirurgia de olho na Caravana da Saúde (Foto: Marcos Ermínio)Governador com paciente que foi submetida a cirurgia de olho na Caravana da Saúde (Foto: Marcos Ermínio)
Equipe durante procedimento na estrutura montada em Aquidauana; foram 30 mil cirurgias em um ano (Foto: Marcos Ermínio)Equipe durante procedimento na estrutura montada em Aquidauana; foram 30 mil cirurgias em um ano (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions