A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/01/2008 06:41

Febre amarela em Goiás põe Brasilândia em alerta

Redação

Embora não haja casos de febre amarela em Mato Grosso do Sul, os casos recentes em Goiás fizeram com que a prefeitura de Brasilândia, a 358 quilômetros de Campo Grande, ficasse sob alerta. A prefeitura está conclamando as pessoas que estão com a vacina atrasada para atualizarem.

Ontem a secretaria Estadual de Saúde informou que os casos em Goiás não devem alterar a rotina de vacinação em Mato Grosso do Sul. Toda pessoa a partir dos 9 meses pode tomar a vacina, que está disponível gratuitamente nos postos de saúde.

A febre amarela é uma doença infecciosa, causada pelo vírus amarílico. A doença ataca o fígado e os rins e pode levar à morte. Existem dois tipos diferentes de febre amarela: a urbana e a silvestre. Nas cidades, o transmissor da doença é o mosquito Aedes aegypti, o mesmo da dengue. Nas matas, a febre amarela ocorre em macacos e os principais transmissores são os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes, que picam preferencialmente esses primatas.

Os sintomas são febre alta (podendo chegar a 40 ou 41 graus centígrados), fortes dores de cabeça, vômitos, problemas no fígado e hemorragias.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions