A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/03/2008 12:20

Funcionária acusa padre de racismo em escola salesiana

Redação

Funcionária da Escola Salesiana Santa Tereza, em Corumbá, Ana Maria da Silva Costa, de 46 anos, denunciou racismo de um padre que administra a escola. No Boletim de Ocorrência registrado pela polícia civil de Corumbá, o nome do padre é omitido. As duas filhas dela, que são negras, foram proibidas de entrar na escola.

Segundo a denúncia, as filhas de Ana Maria - Arianna da Silva Costa e Ana Carolina da Silva Costa - foram repreendidas pelo padre que administra o Educandário quando pegavam um saco de lixo para jogar na lixeira. Em seguida, Ana Maria foi chamada para conversar com uma secretária que disse que as filhas estavam proibidas de comparecer à escola e que seria deixado um recado na portaria para elas fossem barradas se tentassem entrar lá.

Ana Maria questionou a decisão e, segundo ela mesma, escutou

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions