A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/07/2009 07:06

Funcionários de usina podem parar se não receberem

Redação

Funcionários da usina de Quebra-Côco, a antiga Santa Olinda, em Sidrolândia, prometem cruzar os braços se não receberem até amanhã o pagamento das férias de mais de 50, pendente desde janeiro.

São freqüentes as manifestações dos trabalhadores da unidade, por falta de pagamento e cumprimento de direitos trabalhistas.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Açúcar e Álcool de Rio Brilhante e Região, Oviedo Santos, afirma que "a categoria cansou das promessas da empresa de fixar datas e não cumprir com sua obrigação".

Segundo ele, os funcionários que têm crédito com a usina saíram de férias nos meses de fevereiro, março, abril e junho. "Diante desse lamentável quadro, não vemos outra saída senão paralisar as atividades da usina a partir do dia 14 se todos os direitos não forem acertados", enfatizou Ouviedo.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions