A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Novembro de 2017

29/06/2017 09:12

Governador e prefeito vistoriam Via Parque e reafirmam término em 1 mês

Estado investiu R$ 1,6 milhão para intervenções que prometem melhorar trânsito

Mayara Bueno e Yarima Mecchi
Prefeito Marquinhos Trad, à esquerda, e o governador de MS, Reinaldo Azambuja. (Foto: Yarima Mechi).Prefeito Marquinhos Trad, à esquerda, e o governador de MS, Reinaldo Azambuja. (Foto: Yarima Mechi).

'Comitiva’ formada pelo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), e o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), além dos secretários de Infraestrutura, vistoriaram a obra na rotatória das avenidas Via Parque e Mato Grosso, nesta quinta-feira (29). Com 75% das intervenções de reordenamento concluídas, o município estima conclusão em 30 dias.

Reinaldo, que foi acompanhado do secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, e o diretor-presidente do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Gerson Claro, ressaltou os recursos de R$ 1,6 milhão que o Estado deu para a obra, esperada há anos na Capital. 

Também visitaram o local o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Janine Lima Bruno, e o secretário municipal de Obras, Rudi Fioresi, além do secretário de Governo de Campo Grande, Antônio Lacerda.

“Este recurso é um recurso que nós transferimos há 3 anos, era convênio que na administração anterior ficou parado. Liberamos a aplicação para que pudéssemos fazer esse reordenamento”, disse o governador, ressaltando que as medidas no local são solução para melhor o fluxo do trânsito.

Iniciada em meados de março, a obra tem preço estimado de R$ 1.323.015,50, valores que, segundo o prefeito, serão mantidos. A única prorrogação que aconteceu foi em relação à duração das intervenções. Ainda conforme Marquinhos, as chuvas de março até então prejudicaram o andamento.

O diretor-presidente da Agetran disse que serão colocados semáforos nos quatro sentidos da rotatória e três pistas de rolamento serão colocadas. Os equipamentos trarão, conforme o diretor, mais organização no trânsito.

Prevista para começar em agosto de 2014, a obra anunciada para resolver um dos pontos mais caóticos do trânsito de Campo Grande está começando com atraso de 29 meses e vários adiamentos. Pela rotatória passam mais de 20 mil veículos por dia, em torno de mil por hora, embora tenha sido projetada para 600 veículos por hora.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions