A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/05/2011 10:16

Grupo de Teatro da Capital é vítima de incêndio criminoso

Paula Vitorino

Fogo destruiu parte biblioteca e oficina de computadores

Incêndio destruiu parte do Ponto de Cultura do Teatro. (Foto: João Garrigó)Incêndio destruiu parte do Ponto de Cultura do Teatro. (Foto: João Garrigó)

A sede do Grupo Teatral de Risco foi vítima de um incêndio criminoso na madrugada deste domingo (1), em Campo Grande. O fogo destruiu a frente do prédio, onde funciona o escritório do Grupo e o Ponto de Cultura Afrodite-se em Ponto, que abriga uma biblioteca e uma sala de informática.

Segundo informações da integrante do Grupo, Fernanda Kunzler, o incêndio destruiu DVDs, documentos, livros, cadeiras e filmes. A companhia ainda não estimou o prejuízo total, mas avalia que os danos podem ser ainda maiores, pois o fogo pode ter atingido os computadores do local.

Fernanda, que participa do Grupo há mais de 10 anos, disse que os integrantes foram acionados pelos bombeiros no início da manhã de domingo. Os militares informaram que foram acionados até o prédio para apagar um incêndio em uma das áreas durante a madrugada.

A perícia foi acionada e constatou que a causa para o início do fogo foi intencional.

“Não sabemos quem pode ter feito isso. A sede do Grupo está nesse lugar há quase 11 anos e nunca tivemos nenhum incidente com a vizinhança ou com outra pessoa”, afirma Fernanda.

Ainda de acordo com a integrante, as câmeras de segurança de um comércio próximo registraram o momento em que uma pessoa chega de motocicleta e para em frente ao prédio, por volta das 3h. O individuo desce da moto, vai até o local e depois vai embora. Cerca de 5 minutos depois o fogo começa.

Uma janela do Ponto de Cultura foi quebrada e, provavelmente, o autor utilizou o buraco para provocar o incêndio. As imagens ainda serão capturadas e entregues a Polícia Civil, que investiga o caso.

As atividades do Afrodite-se em Ponto ficarão interditadas até que toda a estrutura seja refeita. O local oferecia oficinas de leitura e computação, entre ouras atividades culturais abertas à comunidade.

O Grupo Teatral de Risco existe há 23 anos e já produziu mais de 30 espetáculos dentre adultos, infanto-juvenis e de bonecos, além de documentários e programas de televisão.



Que absurdo!
Como se não bastasse o descaso de nossas autoridades quanto a questão cultural, ainda temos pessoas más no mundo contra tudo o que há de bom e bonito por aqui também?
Descaso na segurança, na cultura e principalmente na educação...
Vamos lá dar total apoio para voceis...É a classe artística de Mato Grosso do Sul unida para ajudar esse grupo tão importante em nosso estado!

Zenon Balduino
Cia de Artes Carpe Diem
 
Zenon Balduino de Figueiredo Filho em 03/05/2011 07:31:18
Um total descaso não só com o Grupo, mas com a sociedade em geral, já que trata-se não de uma empresa cênica, mas uma fonte de cultura social que fortalece os bons ensinamentos de uma vida inteligente... Só espero que o culpado se identifique e entenda que o que ele fez foi muito pior do que um incêndio, foi um ultraje à cultura!
 
Leonardo Augusto Madureira de Castro em 02/05/2011 09:39:05
Estou chocada.
Espero q seja possível identificar esse(s) criminoso(S). (????)
Será um ato isolado?
Estou solidária em palavras e ações com os colegas.
Entrem em contato se eu puder ser útil em alguma coisa.
Abraço
Malu Morenah
 
Malu Morenah em 02/05/2011 05:15:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions