ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEXTA  26    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

Homem diz que matou porque jovem debochou do assassinato do filho

Por Thiago de Souza e Alan Diógenes | 03/11/2015 17:36
Suspeito do crime prestou depoimento na 5ª Delegacia de Polícia. (Foto: Fernando Antunes)
Suspeito do crime prestou depoimento na 5ª Delegacia de Polícia. (Foto: Fernando Antunes)

Christian Daniel Barbosa, 40 anos, apresentou-se, na tarde desta terça-feira (3), na 5ª delegacia de Polícia em Campo Grande. Ele é acusado de ter assassinado Anderson Filiu Silva, 21 anos, na noite do dia 26 de outubro, na Rua Catiguá esquina com a Rua dos Topógrafos, no Jardim Canguru.

O suspeito se apresentou junto de um advogado. Em depoimento ele disse que ficou sabendo que a vítima havia debochado da morte de seu filho, ocorrida em janeiro deste ano. Ainda segundo o acusado, Anderson teria participado da morte do seu filho.

O suspeito também disse que estava em um bar bebendo quando soube do deboche em relação ao filho e foi ao local onde fez os disparos. Na ocasiao Anderson foi atingido por volta de 20 horas, com dois tiros, no tórax e na cabeça e morreu quatro horas depois. Nayara Cristina, 22 anos, que acompanhava Anderson também foi baleada.

Barbosa contou que agiu sob forte emoção. Segundo o delegado Thiago Macedo, o suspeito disse que está arrependido pelo crime. Como não havia mandado de prisão expedido, o suspeito prestou depoimento e foi liberado.

Ainda conforme o delegado, o filho de Christian, que se chama Bruno pode ter participado do crime. Ele está foragido do sistema prisional e tem diversas passagens pela polícia.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário