A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/02/2014 12:29

Horário de verão chega ao fim, mas consumidor deve poupar energia

Sabrina Craide, Agência Brasil

Depois de quase quatro meses, chega ao fim o horário de verão 2013/2014. À meia-noite de hoje (15), os relógios devem ser atrasados em uma hora nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, porque estavam adiantados desde o dia 20 de outubro do ano passado.

O principal objetivo do horário de verão é a economia de energia no horário de maior consumo (das 18h as 21h), possível com o melhor aproveitamento da luminosidade natural. Com a redução, o uso de energia gerada por termelétricas pode ser evitado, reduzindo o custo da geração de eletricidade.

Passado o horário de verão, os consumidores podem colaborar para que o consumo de energia seja reduzido, adotando medidas simples no dia a dia. Uma cartilha da Agência Nacional de Energia Elétrica orienta os usuários sobre o uso racional da energia, que, além de economizar na conta de luz, ajuda a evitar a escassez no futuro.

Algumas dicas são conhecidas dos consumidores, como apagar a luz ao sair de um ambiente, usar lâmpadas fluorescentes compactas; preferir a luz natural durante o dia e desligar o chuveiro enquanto se ensaboa.

Outras orientações não são tão conhecidas, como a pintura de paredes internas e teto com cores claras, que refletem melhor a luz natural. A Aneel também aconselha a não reaproveitar a resistência do chuveiro queimada, porque, além de perigosa, a prática aumenta o consumo de energia.

Na cozinha também é possível economizar energia. A geladeira deve ser aberta o mínimo de vezes possível, retirando todos os itens de uma só vez. Os alimentos não devem ser guardados quentes e o eletrodoméstico não deve ter as prateleiras forradas, porque isso aumenta o consumo de energia. A borracha da porta da geladeira deve ser mantida em boas condições, porque veda o interior do refrigerador, evitando um maior consumo de eletricidade.

Na área de serviço, uma das dicas é acumular o máximo de roupas possível para lavar de uma só vez na máquina e usar pouco sabão, para não ter que enxaguar a roupa várias vezes. O mesmo vale para o ferro de passar, que deve ser ligado para passar mais roupas da mesma vez, pois o aparelho consome muita energia cada vez que é ligado.

Além disso, o ferro deve ser regulado de acordo com a temperatura indicada para cada tecido.

Ao comprar um eletrodoméstico, a dica é preferir aqueles com o selo Procel ou etiqueta A do Inmetro, que indicam os mais econômicos. Outra prática importante é não ligar vários aparelhos na mesma tomada porque, além de perigoso, consome mais energia. Os consumidores também devem evitar o uso de aparelhos elétricos no horário de pico de consumo (das 18h as 21h).

Nos últimos dias, o nível dos reservatórios das hidrelétricas está abaixo da média, especialmente no Subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o principal do país. O governo diz que o sistema elétrico brasileiro está equilibrado. Segundo o Comitê de Monitoramento do Sistema Elétrico, a não ser que ocorra algo excepcional, não há dificuldade no suprimento de energia no país em 2014.

 



Vivemos num País que se diz democrático.Será que é assim?Porque não fazem uma consulta popular e veja a opinião e escolha dos Sul-Mato-grossenses o que escolheriam?Já foi feito análise,com profissionais da saúde como:médicos e psicólogos que essas mudanças de horários causa problemas nas pessoas por causa de uma brusca mudança e a demora na adaptação das pessoas ao novo horário.O Sul-Mato-Grossense, gosta mesmo é desse horário que entra hoje e que não devia ser mudado jamais.Essa balela de dizer de economizar energia é conversa para boi dormir.Há outros interesses não claros com isso e um deles é apenas para conveniência dos comerciantes com seus interesses em ganhar dinheiro.A vontade do povo,a saúde do povo,isso não interessa numa sociedade capitalista. Só visam o vil metal.Infelizmente.
 
João Alves de Souza em 15/02/2014 17:41:31
Gostaria que passado um mês após o horário de verão fizesse uma pesquisa para saber se realmente houve economia de energia nas residências, órgãos públicos ou onde quer que seja. Digo isso porque no ano passado em minha residência não vi economia coisa nenhuma.
 
CARLOS JOSÉ em 15/02/2014 16:47:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions