A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/04/2011 12:20

Imagens mostram ladrões tomando refrigerante antes de assassinato e fugindo a pé

Paula Vitorino

Campo Grande News teve acesso com exclusividade às imagens de circuito de segurança

Rapazes passam tomando refrigerantes, antes do crime. (Foto: Reprodução)Rapazes passam tomando refrigerantes, antes do crime. (Foto: Reprodução)

A reportagem do Campo Grande News teve acesso com exclusividade às imagens do circuito de segurança de uma residência nas imediações da PC Construtora Civil Ltda, no bairro Vila Bandeirantes, onde o engenheiro eletricista Severino de Souza Júnior, de 38 anos, foi assassinado na tarde de ontem.

Ele foi morto com um tiro na boca durante um assalto, por volta das 14h. A polícia civil investiga as circunstâncias do crime, mas a principal suspeita é de que tenha ocorrido um latrocínio – roubo seguido de morte.

As câmeras flagraram os instantes que antecedem o crime, quando os dois autores caminham em direção à construtora, e logo após, quando fogem correndo a pé. Os ladrões utilizam o mesmo trajeto para ir e voltar.

De acordo com as imagens, por volta das 14h30 – horário de Brasília – os dois autores, que aparentam ser jovens, aproximadamente 23 anos, andavam tranquilamente, segurando uma lata de refrigerante.

Instantes depois, próximo das 13h50 – horário de MS – os rapazes entram na construtora e anunciam o assalto.

Por volta das 14h08, os rapazes passam novamente pelas câmeras, mas desta vez correndo, logo após assassinar Severino. Pelas imagens é possível ver um dos autores arrumando o revólver na cintura. Uma mulher que passava pelo mesmo local percebe a fuga dos rapazes armados e fica assustada.

Os bombeiros são acionados para atender a ocorrência de um roubo, com uma pessoa baleada, às 14h10, minutos após a fuga dos autores.

As imagens do circuito interno de segurança já foram entregues aos investigadores da Polícia Civil. Desde ontem, as testemunhas do crime estão sendo chamadas para fazer o reconhecimento dos autores, por meio de fotos de bandidos já cadastrados pela Polícia.

Agora, as imagens dos rapazes devem ajudar no trabalho de identificação e prisão dos autores.

Outras testemunhas ainda devem prestar depoimento hoje. Impressões digitais colhidas no local do crime também devem ajudar a apontar suspeitos do crime.

Assalto - A secretaria da construtora disse que Severino morreu após reagir ao roubo. A Polícia encontrou marcas nas paredes que indicam que o engenheiro lutou com os bandidos.

O empreiteiro Jorge Rodrigues, 45 anos, é a principal testemunha do caso. Ele e o engenheiro civil Marcelo Vicente viram os autores antes do crime.

Jorge conta que ao entrar na empresa para mostrar peças, viu dois rapazes encostados no Ford Pampa dele e imaginou que eles fossem fazer entrevista para emprego no local.

Ele mostrou as peças, saiu e retornou para o escritório. Os rapazes entraram em seguida e anunciaram o assalto. Um deles estava com um revólver calibre 38.

Jorge relata que quando os assaltantes deram voz de roubo, ele correu para a sala onde funciona o setor financeiro, trancou a porta e ligou para a Polícia.

Enquanto falava com o serviço de emergência, os bandidos tentavam abrir a porta. Jorge declara que os autores forçavam para abrir e ele colocava um armário na porta, ao mesmo tempo em que fornecia o endereço do local à Polícia.

Quando percebeu que os assaltantes pararam de tentar abrir a porta, saiu e viu Severino caído no corredor, em frente à sala do setor financeiro.



Pena de morte já para latrocida e traficante,esses desgraçados não merecem viver.
 
Alex da Silva em 21/04/2011 10:59:02
ESPERO QUE QUANDO A POLICIA POR AS MAOS NESTES MONSTROS,A JUSTIÇA SEJA DURA,E IMPIEDOSA NESTE CASO,TODOS NOS AGUARDAMOS ISTO,PUNIÇAO SEVERA A ESSES PILANTRAS..................
 
DANIEL SOARES em 21/04/2011 10:39:40
Muito se comenta que o Brasil avança em vários aspectos, mas na segurança pública está muito a desejar. Deverímos fazer sim igual ao Paraguai, onde o Estado sabendo da incapacidade administrativa quanto a segurança pública, não cria empecilhos para qe as empresas particulares o façam. Basta observar que lá em cada porta de loja existe um segurança armado até os dentes para proteger o patrimonio de quem o contratou. Depois ficam aí com essa de desarmanento. Façamos como o Paraguai, já que o estado não ajuda, então que não atrapalhe.
 
Marcos Guimarães em 21/04/2011 07:49:14
Hoje em todo Brasil , a violência está solta , é necessário urgente a pena de morte ,chega de sustentar bandidos com nosso dinheiro , revisão do ECA , hoje marginal com 14 anos tem mentalidade de adulto , sabe o que é certo ou errado , todas cadeias deferiam ser igual os presídios federais , em tempo e colocar estes vagabundos ,bandidos para trabalhar até esperar sua pena de morte , fuzilado em praça pública e a família teria que pagar a bala e outras despesas ,, ..chega de cadeias com casa ,comida e roupa lavada ,paga por nós , a Lei penal no Brasil ainda é muito boa para o bandido , acabar com a regressão da pena e outros benefícios , Bandido Bom ,é Bandido Morto ,não importa a idade , acorda legisladores , com TV,internet etc.....hoje o conceito de maior idade e maturidade mudou " Toda a árvore que não bom fruto tem que ser cortada e lançada ao fogo, tolerância Zero .
 
paulo roberto marques pereira em 20/04/2011 11:11:30
Muito bem Ricardo Corrêa, podemos pedir mais socorros aos políticos de MS, que invistam mais na segurança pública, desta forma sua petição estaria correta, porque eu afirmo sem medo de errar a polícia faz o que pôde, inclusive até mais do que deveria, pelos meios propostos e desestímulos de cargos e carreiras. Acorda sociedade de MS, cobram de seus representantes políticos.
 
Pedro Paulo Diniz em 20/04/2011 10:44:03
Taí uns dos motivos que os marginais deitam e rolam, pq sabe que, uma empresa desta não tem arma pra proteção, pois a lei desarma o cidadão de bem, agora se armasse o cidadão de bem com certeza este fato não ocorreria, antes de desarmar a população tem que ter segurança primeiro.
 
Felipe Salinas em 20/04/2011 03:07:34
Até quando vamos ver pessoas honestas, trabalhadoras, tendo suas vidas seifadas por latrocidas e vagabundos. Acorda " Segurança Pública", ajude a salvar nossas famílias ...
 
Ricardo Corrêa em 20/04/2011 02:56:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions