A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

31/03/2009 11:08

Impasse pode levar fechamento de Centro de Equoterapia

Redação

Um impasse entre o Comando-Geral da PM e a Ong Centro de Equoterapia pode por fim ao atendimento a cerca menos 110 portadores de necessidades especiais em Campo Grande.

O trabalho desenvolvido por policiais voluntários e especialistas em terapias alternativas corre risco desde o ano passado.

Segundo o presidente da entidade, o coronel aposentado Edson Gonçalves da Silva, em 2008 o centro recebeu um comunicado do Comando-Geral da PM para que a Ong deixasse de usar o nome da instituição e o local de propriedade da Polícia, localizado no Parque dos Poderes.

De acordo com Edson, no documento,o Coronel Ociel Ortiz Elias considerou ilegal a atividade desenvolvida pela Ong. Edson ressalta que a Ong foi fundada em 2002 com apoio da própria PM.

Hoje pela manhã, um grupo de mães de crianças atendidas no centro foram até Assembléia Legislativa pedir que os deputados apoiem a causa e evitem o fechamento do local que possuiu hoje uma lista de espera de cerca de 200 pessoas.

Preocupada sobre a possibilidade de fim do tratamento do filho de sete anos, caso o centro seja fechado, Emilia Lemos da Silva, de 31, fez um apelo aos deputados. "Meu filho tem paralisia cerebral e faz tratamento lá desde os três anos. Por conta da ecoterapia ele já consegue ter controle do tronco e senta. Não sei como ele vai ser sem este tratamento".

A exemplo de Campo Grande, outras entidades também firmaram parcerias com a PM em Dourados, Aquidauana, Corumbá e Nova Andradina para desenvolver o mesmo trabalho. Mas conforme Edson Gonçalves, todos estão inativos por conta da falta de colaboração do Comando-Geral.

Por meio da assessoria de imprensa, o comandante da PM alega que o existe convênio entre a entidade e a Ong que precisa ser renovado. Para isso a organização deve cumprir as exigências estabelecidas para garantir a segurança os beneficiados. A PM garante que só em caso de não cumprimento, a "parceira" não será renovada, mas não especificou quais são essas exigências.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions