A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

12/01/2011 10:01

Adolescente crava faca em companheiro e é enquadrada na Lei Maria da Penha

Aline Queiroz e Nadyenka Castro

Uma adolescente de Chapadão do Sul de 15 anos foi enquadrada na Lei Maria da Penha, criada para defender as mulheres de maridos agressivos.

Ela esfaqueou o companheiro, de 25 anos, que ficou com a faca cravada nas costas depois da tentativa de homicídio.

O crime ocorreu na madrugada de ontem, na Rua São José dos Pinhais, Bairro Sibipiruna, em Chapadão do Sul, cidade distante 321 quilômetros de Campo Grande.

O estado de saúde do rapaz esfaqueado é considerado gravíssimo.

Segundo a Polícia Civil, a garota foi apreendida e, quando percebeu que seria recolhida a uma unidade de internação, tentou agredir um investigador.

Ela também quebrou a porta do banheiro da delegacia e outros objetos que encontrou pela frente.

À Polícia, a adolescente disse que brigou com o companheiro porque não queria que ele fosse trabalhar.

Durante luta com a adolescente, ele conseguiu escapar e acabou atingido pela facada nas costas.

O Corpo de Bombeiros socorreu a vítima.Devido à gravidade do caso, o jovem foi encaminhado à Santa Casa de Campo Grande.

O nome do rapaz não será divulgado para preservar a adolescente infratora.

Homem atira contra trabalhadores em alojamento de obra de asfalto
Funcionários de uma empresa responsável pela construção do asfalto na estrada do distrito de Piraputanga, distante 121 quilômetros de Campo Grande, s...
Homem de 50 anos morre após passar mal durante partida de futebol
Edvaldo Franco de Arruda, de 50 anos, morreu na noite de ontem (22) após passar mal durante uma partida de futebol, no campo do Complexo Poliesportiv...


MinhA amiga Maria Madalena Alves a lei Maria da Penha nao se refere somente e eclusivamente a mulher essa lei foi criada para defender todos que sofre agressao dentro de casa.....la na lei nao esta escrito que ela e especificamente para as mulheres e sim para todos de ambos os sexo...
 
Emerson Roberto R.Fernades em 13/01/2011 08:14:49
A lei maria da penha serve tanto para agressões no marido qto na mulher....mas o surgimento dela...foi devido as agressões domésticas sofridas pelas esposas...inclusive o nome que se dá a lei foi um caso de uma esposa agredida que teve um final trágico...mas ela é abrangente...sua aplicação é em todo caso de agressão doméstica sem definir o infrator se é do sexo masculino ou feminino...a lei é igual para todos...nao se engane achando que só serve para as mulheres, essa ai se enganou cruamente e a lei foi aplicada contra ela...hoje acontece também que a lei permite que se reconheça que um homem pode sofrer crime de estupro..antigamente nao existia aplicação para isso...DIREITOS IGUAIS SEMPRE......
 
Henderson Segawa em 12/01/2011 11:30:06
Como diria Sr. Omar do seriado "Todo mundo odeia o Chris":
- "Trágico!"
 
ANTÔNIO MARCOS ALENCAR DE LIMA em 12/01/2011 10:10:25
quando ela sair dessa fria, pode dizer para ela me procurar, essa e a mulher que eu pedi, mulher que pede para eu nao ir trabalhar, caramba to dentro, se ela falar que quer fazer amor o dia todo melhor ainda, so nao pode me cobrar de fazer compras, pagar contas, ai eu fico com a minha mesmo.
 
luiz fernandes em 12/01/2011 07:38:56
EU TAMBÉM GOSTARIA de saber qual foi a base utilizada para o enquadramento; ja que a lei Maria da Penha(Lei n. 11.340/06 ) se refere a violencia doméstica contra mulher.
 
Shirley Fênix em 12/01/2011 05:45:35
Maria, para você ver como essa lei é equivocada. Deveria proteger a todos da violência doméstica, mas protege somente a mulher, pois presume-se ser a parte mais fraca dos embates. Mas a realidade está aí e nem sempre a opressão, a violência, a insensatez, a covardia, a loucura, a falta de vergonha na cara são características masculinas. Devemos parar com essa mania de proteger as minorias e atacar as causas reais dos problemas, ir na raíz deles, porque da forma que está, apenas teremos paliativos, como essa lei.
 
Endrigo Zotelli em 12/01/2011 05:25:01
interessante esse enquadramento, pois nao ha previsibilidade nesta legislação especial para violencias ocorridas contra os chefes de familia, quiça a autoridade que recebeu o fato criminoso ou foi muito arguto em tal decisao ou a obtusidade o tomou por completo, sendo um ou outro fato, esta na hora do legislativo patrio, discutir tal circunstancia.
 
marcelo fagundes em 12/01/2011 05:01:21
Creio eu, que a base utilizada foi a jurisprudência, uma vez que outros magistrados já decidiram alguns casos neste sentido, penso que não há nenhuma injustiça alguma em decidir neste sentido, porquanto o crime aconteceu e se está lei pode servir de base para sentenciar casos em que a mulher é vítima, pode ser usada em casos que a mulher é réu!!
 
João Marcos em 12/01/2011 04:48:39
Gostaria de saber qual foi a base utilizada para o enquadramento; ja que a lei Maria da Penha(Lei n. 11.340/06 ) se refere a violencia doméstica contra mulher.
 
Maria Madalena Alves em 12/01/2011 03:02:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions