ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 25º

Interior

Bilhete ao lado de corpo esquartejado indica próximos "alvos" de criminosos

O corpo de Eduardo Alvarenga Gonzales foi encontrado horas depois dele ter sido sequestrado

Por Adriano Fernandes e Helio de Freitas | 29/07/2021 21:17
Bilhete encontrado junto ao corpo da vítima. (Foto: Direto das Ruas)
Bilhete encontrado junto ao corpo da vítima. (Foto: Direto das Ruas)

Foi identificado como Eduardo Alvarenga Gonzales o homem encontrado esquartejado, hora depois de ter sido sequestrado, na tarde desta quinta-feira (29), em Ponta Porã, cidade a 323 quilômetros de Campo Grande. Ao lado do corpo da vítima estava um "aviso" de quem supostamente serão os próximos "alvos" dos assassinos de Eduardo.

"Atenção Celso Gonçalves e Leandro Gonçalves (Surubim) vocêis são os próximos (sic)", diz um bilhete que estava colado em um pedaço de papelão, junto ao corpo.

Local onde o corpo foi encontrado junto ao bilhete. (Foto: Direto das Ruas)
Local onde o corpo foi encontrado junto ao bilhete. (Foto: Direto das Ruas)

A polícia ainda está investigando quem são os homens citados no recado deixados pelos criminosos, possivelmente, eles são parentes, uma vez que o sobrenome é o mesmo: Gonçalves.

Por enquanto, nenhum suspeito de participação na execução foi preso. Equipes da Guarda Civil Metropolitana da Fronteira, Polícia Militar e Polícia Civil estão empenhadas nas buscas. O carro usado pelos sequestradores, um Toyota Corolla preto, foi encontrado em chamas a 300 metros do local onde o corpo foi deixado.

Conforme apurado pelo Campo Grande News, Eduardo foi sequestrado por volta de 15h na Rua Manoel Cardinal, no bairro Universitário. Testemunhas contaram que bandidos encapuzados e armados perseguiram a vítima atirando.

O homem teria sido ferido e colocado ainda vivo no porta-malas do carro. Policiais e guardas civis fizeram buscas no bairro, mas não encontraram pistas do sequestro. Só no começo desta noite que o Corolla foi encontrado próximo ao distrito de Sanga Puytã, na margem da BR-463 (que liga Ponta Porã a Dourados). Uma hora depois o corpo foi encontrado perto do rodoanel, a pelo menos 300 metros de onde estava o veículo.

Eduardo Alvarenga Gonzales. (Foto: Direto das Ruas)
Eduardo Alvarenga Gonzales. (Foto: Direto das Ruas)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário