ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  12    CAMPO GRANDE 29º

Interior

Bloqueio mede temperatura de quem vem de região epicentro do coronavírus

Primeira barreira sanitária montada pela Saúde pública começou a funcionar hoje na Avenida Presidente Vargas, em Dourados

Por Helio de Freitas, de Dourados | 27/05/2020 09:19
Barreira sanitária começou a funcionar hoje na Avenida Presidente Vargas, em Dourados (Foto: Marcos Pierry/|Divulgação)
Barreira sanitária começou a funcionar hoje na Avenida Presidente Vargas, em Dourados (Foto: Marcos Pierry/|Divulgação)

Começou a funcionar nesta quarta-feira (27) a primeira barreira sanitária montada pela Secretaria Municipal de Saúde em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Motivo de preocupação das autoridades de saúde por causa do aumento de quase 300% nos casos de coronavírus em uma semana, a cidade instalou o primeiro bloqueio para medir temperatura e identificar pessoas com outros sintomas da doença na Avenida Presidente Vargas, na região norte da cidade.

A Presidente Vargas é o principal acesso de quem vem da cidade vizinha Itaporã pela MS-156 e também de municípios da região sudoeste – Guia Lopes da Laguna, Jardim e Bonito – onde se concentra o atual epicentro de covid-19.

Até ontem, Dourados tinha 186 casos confirmados do novo coronavírus. Dessas, 36 estão recuperadas e 136 em isolamento domiciliar. Treze estavam internadas na terça-feira, sendo nove em leitos de enfermaria e quatro em leito de UTI. Nesta semana começou a valer em Dourados o toque de recolher ampliado, das 20h às 5h.

Ontem, o Ministério Público deu prazo de 48 horas para a prefeitura responder sobre a necessidade de adotar medidas mais rígidas para conter a infestação do novo coronavírus.

A 10ª Promotoria de Justiça requisitou do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus apresentação de estudo técnico respondendo se existe necessidade de restrições mais significativas às atividades comerciais e industriais e sobre a possibilidade ou não decretação de lockdown.