A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

20/06/2019 15:20

Cidades que fazem aniversário nesta quinta estendem festa durante o feriadão

Em Bandeirantes e Vicentina, calendário cívico se une a shows que acontecerão até domingo

Humberto Marques
Sede de Bandeirantes, ao norte da Capital; município comemora 54 anos de instalação. (Foto: Assomasul/Reprodução)Sede de Bandeirantes, ao norte da Capital; município comemora 54 anos de instalação. (Foto: Assomasul/Reprodução)

Dois municípios de Mato Grosso do Sul que comemoram aniversário de emancipação político-administrativa nesta quinta-feira (20) estenderam as festividades durante o feriadão de Corpus Christi. Em Bandeirantes (a 70 km de Campo Grande) e Vicentina (255 km da Capital), shows musicais e outras atividades se intercalaram com o calendário oficial, envolvendo desfile cívico e outras ações.

Completando 54 anos de criação, Bandeirantes iniciou as celebrações no sábado (15), reunindo eventos religiosos, passeio ciclístico e atos cívicos. As festividades continuaram nesta quinta, com desfile, almoço e competições esportivas. às 22h, está previsto show de Luiz Goiano e Girsel da Viola, no Ginásio de Esportes da cidade.

Na sexta (21), as celebrações começam às 18h, com a festa junina na Praça Joaquim Pedro de Campos. Está previsto, ainda, sorteio de prêmios do IPTU e baile com o grupo Jeitão Pantaneiro. A programação se repete no local no sábado (22), com show do Grupo Trembão, e domingo (23), com o 31º Festband e o baile com o grupo MDO.

Com 6,6 mil habitantes e área de 3.116 km² –dividida entre a sede e o distrito de Congonhas–, Bandeirantes começou a ser ocupada em 1881. Mais migrantes chegaram dois anos depois, com a cidade se desenvolvendo a partir do Córrego da Mata. A colônia foi oficialmente reconhecida em 18 de janeiro de 1930, elevando-se a distrito de Jaraguari em 17 de novembro de 1958.

O ato de criação do município data de 11 de novembro de 1963, com a instalação da cidade ocorrendo em 20 de junho de 1965. O nome do município é uma homenagem às Bandeiras que desbravaram o antigo Mato Grosso.

Cidade Menina, Vicentina terá programação de eventos até domingo. (Foto: Geonce Bernardo/PMV/Reprodução)"Cidade Menina", Vicentina terá programação de eventos até domingo. (Foto: Geonce Bernardo/PMV/Reprodução)

Cidade Menina – Em Vicentina, as comemorações dos 32 anos de instalação do município preveem shows entre sexta-feira e domingo, o Centro de Eventos Débora Gonzales, com entrada franca. O local abre às 19h e, duas horas depois, começam os shows da Som A2 e da cantora naiara Azevedo. Sábado, às 13h, acontece o 1º Moto Rock –as barracas serão abertas às 19h e, às 22h, começam os shows de Manutti e, na sequência, de Jads e Jadson.

Domingo, novamente ás 19h, o centro de eventos será aberto. A Som A2 se apresenta novamente ás 21h, abrindo para a dupla Maiara e Maraísa.

Conhecida como Cidade Menina, Vicentina foi criada a partir da Colônia Agrícola de Dourados, em 1951, com o surgimento da comunidade a partir da mão de obra que atuava nas plantações de algodão. Tornou-se distrito subordinado à Vila Brasil em 20 de dezembro de 1963. A emancipação veio em 20 de junho de 1987, com a instalação da cidade em 1º de janeiro de 1989, após as eleições municipais do ano anterior.

O município conta com dois distritos (São José e Vila Rica), com a sede estando a apenas 10 km do centro da vizinha Fátima do Sul, município com o qual compartilha serviços.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions