A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Março de 2017

07/11/2011 21:59

Começa em Dourados maior evento sucroenergético de Mato Grosso do Sul

Da Redação*

Canasul 2011 acontece de 7 a 9 com palestras, rodada de negócios e uma amostra de produtos para o setor

Usina São Fernando, em Dourados. (Foso: Assecon)Usina São Fernando, em Dourados. (Foso: Assecon)

Foi aberta nesta segunda-feira em Dourados o Canasul (Congresso da Cana de Mato Grosso do Sul) edição 2011, que segue até quarta-feira com 12 palestras, uma amostra de produtos para o setor sucroenergético e rodada de negócios. O evento acontece no centro de eventos da Unigran, no Jardim Universitário. Segundo os organizadores, o foco é desenvolver a cadeia produtiva da cana-de-açúcar em Mato Grosso do Sul. Palestra de Ricardo Dornelles, diretor do Departamento de Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, oficializou a abertura do evento.

Nesta terça e quarta-feira serão realizadas novas palestras. A secretária de Agricultura, Indústria e Comércio de Dourados Neire Colman destaca a importância do Canasul para fomentar a economia local. “Sabemos dos impactos que a indústria da cana gera, mas é preciso lembrar que o retorno social é grande, com geração de muito emprego e renda”.

A secretária explica que no caso de Dourados, com o projeto “Projeto Polo de Serviços do Setor Sucroenergético de Dourados e Região”, a prefeitura busca criar uma estrutura prestadora de serviços para todas as usinas da região no setor metal-mecânico e fornecimento de insumos, atividade com pouquíssimo impacto ambiental.

Neire diz ainda que os participantes do Canasul poderão conhecer todo o potencial do setor sucroenergético do Mato Grosso do Sul, sobretudo na região de Dourados, e ainda participar de palestras importantes e ver uma ótima amostra de produtos. “O Sebrae/MS também preparou uma excelente rodada de negócios dentro do Canasul”, explica Neire.

O Canasul está apenas na sua quinta edição, mas já é um dos maiores eventos do setor sucroenergético do Brasil. As primeiras edições foram em Campo Grande e agora acontece em Dourados, já que a cidade é o centro de uma região de 15 usinas de grande porte.

PALESTRAS - A primeira palestra nesta terça-feira acontece às 8h, com Roberto Hollanda Filho, presidente da Biosul. Ele fala sobre o tema “Cenário Estadual e Perspectiva de Crescimento para Mato Grosso do Sul”. Logo em seguida, às 9h, Ismael Perina, presidente da Orplana, fala sobre “Relação Fornecedores/Produtores com as Usinas”. Às 10h o assunto é “Palha - Potencial Adicional para Energia Elétrica e Gestão Contratada para Fiscalização e Diligenciamento de Montagens e Fabricações”, com Renato Rodrigues Junior, diretor da MFurco Engenharia.

Após o almoço, às 13h, Gustavo Nogueira, diretor geral da Bio TI Sistemas e Automações, fala sobre “Certificado de Cana Digital e Automação de Controle de Combustível”. Em seguida (14h), o tema abordado será o “Setor Metal Mecânico x Potencialidades das Indústrias no Cenário Nacional”, com o presidente do Ceise Br (Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis), Adézio Jóse Marques. Ele também falará sobre a importância do Ceise Br para esse setor.

Às 15h, os “Indicadores Industriais da Safra 2011/2012”, serão apresentados por Eliana Aparecida Canevarolo, presidente Gegis (Grupo de Estudos em Gestão Industrial do Setor Sucroalcooleiro). A palestra das 16h é sobre a “Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho para o Setor Sucroenergético”, com Paulo Reis, consultor da CNI (Confederação Nacional da Indústria). Já o tema “Técnicas sobre Acoplamentos Mecânicos utilizado na transmissão de eixos em equipamentos de indústrias, incluindo as usinas de Açúcar e Álcool”, será tratado às 17h por Nério Boffi, engenheiro da empresa Antares Acoplamentos.

(*) Com informações da Assecom




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions