A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/02/2016 12:02

Criança flagrada com drogas já era especialista no assunto, diz PM

Natalia Yahn

O menino de 8 anos que foi encontrado vendendo drogas ontem (19), em Sidrolândia – a 64 quilômetros de Campo Grande – é um profundo conhecedor dos tipos de entorpecente e seria usuário há alguns anos.

“Nos surpreendeu muito. A situação é bastante delicada. Ele relatou que faz uso de entorpecente e tem distinção, habilidade e conhecimento sobre drogas”, disse o comandante da Polícia Militar da cidade, tenente Klayton de Andrade Silva.

Ele explicou que no momento da abordagem o garoto falou como fazia a comercialização. Vendia cada papelote por R$ 10, e chegava a arrecadar aproximadamente R$ 200 por dia, valor entregue para o padrasto.

“O menino é especialista em cachimbos, entende tudo. Sabe a diferença entre maconha, baseado, cocaína, crack. Era o ambiente dele, foi deixado no mundo do crime e para ele é normal”, afirmou o tenente da PM.

O garoto vendia drogas na Praça Central da cidade e também na casa onde o padrasto de 34 anos foi preso. A mãe da criança ainda não foi localizada. “Ela também fazia parte, pois permitia e consentia que o filho vendesse e usasse drogas”, disse Silva.

Caso – A criança de 8 anos foi encontrada na noite de ontem (19) com dois papelotes de drogas, um de maconha e outro de pasta base de cocaína. Ele disse que era orientado pelo padrasto a vender drogas e, inclusive, estaria viciado em usar entorpecentes.

No boletim de ocorrência o registro relata que os policiais faziam rondas na cidade e, por volta das 23 horas, na Avenida Dorvalino dos Santos, viu duas pessoas andando em bicicletas na contramão da via. Uma delas fugiu com a aproximação da viatura, deixando a criança para trás.

Os policiais a abordaram e constataram que era um menino de 8 anos. Ele estava com as drogas e um simulacro de metralhadora. Ainda conforme o registro policial, o Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar a ocorrência.

O menino relatou ao Conselho Tutelar e à PM que o padrasto estava na outra bicicleta e, antes de fugir, colocou os entorpecentes na roupa dele. Ele disse ainda que antes da abordagem, o padrasto e a mãe estavam vendendo drogas e cobrando dívidas de usuários na região.

De acordo com o boletim de ocorrência, a criança contou que o padrasto a mandava vender cada papelote por R$ 10 e que a mãe mandava os dois comercializarem os entorpecentes em casa, durante o dia e de madrugada, com uma promessa de receber R$ 100 por dia. O menino ainda relatou que a mãe e o padrasto o viciaram em maconha.

O padrasto foi encontrado algum tempo depois e autuado em flagrante por tráfico de drogas. A polícia encontrou com ele uma embalagem plástica semelhante a que estava com a criança, porém estava vazia. Também foi encontrada uma faca de aproximadamente 15 centímetros, que estava escondida no cano da bicicleta usada por ele.

Na casa do padrasto foram apreendidos mais três papelotes de maconha e materiais para venda e preparo de entorpecentes, além de embalagens.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions