A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

26/11/2012 15:24

Delegado diz que ataque de facção é a última hipótese sobre ônibus depredado

Viviane Oliveira
Ônibus da Viação Mimo ficou totalmente destruído. (Fotos: Minutos MS)Ônibus da Viação Mimo ficou totalmente destruído. (Fotos: Minutos MS)
Outro ônibus foi apedrejado. Os dois estavam estacionados na frente da empresa. Outro ônibus foi apedrejado. Os dois estavam estacionados na frente da empresa.

A Polícia Civil investiga ataque a dois ônibus da empresa Viação Mimo que ocorreu na madrugada desta segunda-feira (26) em Três Lagoas. O delegado da 1ª Delegacia de Polícia Civil, Juvenal Laurentino Martins, disse que as investigações começaram e ataque de facção criminosa é a última hipótese.

De acordo com o delegado, quando um atentado tem conotação de facção eles fazem questão de aparecer. “Na maioria das vezes eles param o ônibus, fazem as pessoas descerem e ateiam fogo”, explica.

Os ônibus estavam estacionados na rua e no momento do atentando não tinha nenhum funcionário no local. “Pode ter sido um ato de vandalismo ou até mesmo funcionário ou ex-funcionário insatisfeito com a empresa”, disse.

Caso - Um ônibus foi incendiado e outro apedrejado na madrugada desta segunda-feira (26) em frente da empresa Viação Mimo. De acordo com o site Minuto MS, foram necessários aproximadamente 3,5 mil litros de água para combater as chamas, que deixaram o veículo totalmente destruído.

Outro ônibus, que estava com as janelas abertas, foi apedrejado. A janela do lado do motorista ficou danificada. A Polícia Militar foi acionada, mas nenhum suspeito foi detido e não havia nenhuma testemunha no local para prestar depoimento.

 

'Ônibus da Saúde' fará neste sábado atendimentos em Fátima do Sul
O programa de prevenção "Ônibus da Saúde", realizado pela Cassems, levará atendimento especializado em oncologia até Fátima do Sul - cidade localizad...
Justiça determina que prefeitura suspenda cobrança da taxa de lixo
Decisão tomada pela Justiça Estadual determinou que a prefeitura de Bataguassu - cidade localizada a 335 km de Campo Grande - suspenda a cobrança da ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions