ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 33º

Interior

Dois sul-mato-grossenses são presos com carga de cocaína na fronteira

Droga estava em duas caminhonetes com placas de MS e deve chegar a 300 quilos

Por Helio de Freitas, de Dourados | 04/08/2021 17:22
Militares paraguaios ao lado de uma das caminhonetes com cocaína (Foto: Divulgação/Senad)
Militares paraguaios ao lado de uma das caminhonetes com cocaína (Foto: Divulgação/Senad)

Dois traficantes de Mato Grosso do Sul foram presos na tarde desta quarta-feira (4) em operação conjunta da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e militares paraguaios na área rural de Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia, a 400 km de Campo Grande.

Eles estavam com 15 fardos de cocaína provavelmente trazida de avião da Bolívia. Conforme a assessoria da Senad, a droga ainda não foi pesada, mas as cargas trazidas pela rota aérea Bolívia-Paraguai pesam em torno de 300 quilos.

Segundo a Senad, eles foram identificados como Pedro Henrique Ifran Stival e Ronaldo Rojas Flores, mas os nomes estão sendo checados com a Polícia Federal brasileira para saber se são verdadeiros. Em busca na internet, Ronaldo Rojas Flores aparece implicado em processo por tráfico de drogas de 2019, na comarca de Coronel Sapucaia.

Veja o vídeo:

Os dois estavam em duas caminhonetes, uma Ford Ranger e uma Toyota Hilux SW4 com placa de Ponta Porã. As caminhonetes foram interceptadas na fazenda Yaguarundi por agentes da Senad e militares da FTC (Força-Tarefa Conjunta) com apoio de helicóptero da Força Aérea do Paraguai.

Eles tinham acabado de carregar as caminhonetes em uma pista clandestina na fazenda. Os dois condutores abandonaram os veículos com a cocaína e correram para o mato, mas foram localizados e presos. A operação recebeu o nome de “Ninho de Dragões”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário